Home Portal Notícias Frente em Defesa da Soberania Nacional será lançada nos estados, afirma Patrus Ananias

Frente em Defesa da Soberania Nacional será lançada nos estados, afirma Patrus Ananias

6 min read
0

Em entrevista ao Programa Ponto a Ponto da página do Facebook PT na Câmara, no último dia 12, o deputado Patrus Ananias (PT-MG), secretário-geral da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Soberania Nacional, destacou o compromisso de levar a Frente para os estados e municípios. “Queremos debater a questão da soberania nacional, da soberania popular, com o povo brasileiro, nas assembleias legislativas, câmaras municipais, universidades, escolas, igrejas comprometidas com a questão social, movimentos sociais, juventude, empresários, trabalhadores”, disse Patrus. “Discutir o Brasil que nós queremos e para as gerações futuras”.

O primeiro lançamento da Frente nos estados será no dia 19 de setembro, às 9h, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, sob a coordenação do deputado Carlos Zarattini (PT-SP). Em outubro, a Frente será lançada nas assembleias legislativas do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. “A Frente trabalhará com coordenadores nos estados e municípios para construir esses espaços de debate e reflexão”, explicou Patrus. Participam do lançamento em São Paulo, além de Patrus, a presidente da Frente, senadora Zenaide Maia (PROS-RN), e o presidente de honra, ex-senador Roberto Requião (MDB-PR).

Patrus Ananias destacou que a questão da soberania se coloca em duas dimensões, previstas na Constituição: “a da integridade territorial do Brasil, a nossa efetiva independência, a preservação das nossas riquezas, para que estejam a serviço das gerações presentes e futuras; e a dimensão da soberania popular”.

“Nós não temos um governo. Temos um desgoverno sem projeto de país”, observou Patrus. “O presidente do Brasil bate continência para a bandeira dos Estados Unidos e acordos sigilosos como o da Base de Alcântara e da Amazônia não são divulgados, compartilhados com a sociedade. Nós queremos que essas questões sejam explicitadas, debatidas com a sociedade brasileira”, acrescentou.

Retrocessos

Junto à questão da soberania, Patrus apontou os retrocessos no campo da democracia e dos direitos humanos. “Vivemos no país um quadro de instabilidade séria no campo da democracia, com relação aos direitos fundamentais e a questão da soberania, o desmonte e a entrega do nosso País; um momento muito delicado na história do Brasil, com retrocessos lamentáveis. Tudo que diz respeito aos direitos sociais, aos pobres, à classe trabalhadora, à classe média assalariada, pequenos e médios empreendedores, está sendo destruído”, alertou.

“Agora estão querendo entregar as nossas terras para os estrangeiros. Junto com as terras vão as nossas águas, a nossa biodiversidade e as riquezas do nosso solo”, afirmou o deputado. O secretário-geral da Frente destacou, também, que a Petrobras está sendo fatiada para ser privatizada por valores muito menores do que a empresa realmente vale. “E isso ocorre exatamente quando chegamos no pré-sal”.

O deputado denunciou o processo de privatização da Eletrobrás, que o governo de extrema-direita pretende acelerar. “Privatizar a Eletrobras é entregá-la para os grandes capitais internacionais e, sobretudo, é privatizar as nossas águas”, afirmou. “É um governo que está a serviço do grande capital, do capital financeiro, dos bancos, das grandes empresas transnacionais poderosíssimas. Alguém está ganhando com isso. É só olhar os balanços dos bancos e das grandes empresas transnacionais”, concluiu Patrus Ananias.

Assessoria de Comunicação

Foto – Gabriel Paiva

Assista a entrevista aqui

Ponto a Ponto

PONTO A PONTO com deputado federal Patrus Ananias (PT-MG)

Posted by PT na Câmara on Friday, September 13, 2019

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Editorial do Jornal Nacional contra Bolsonaro está atrasado em algumas décadas, critica Alencar Santana

A edição do último sábado (8) do Jornal Nacional incluiu um duro editorial que condena a p…