Home Portal Notícias, Notas e Boletins Português Notas Nota da defesa de Lula sobre ação descabida e sem provas do MPF

Nota da defesa de Lula sobre ação descabida e sem provas do MPF

4 min read
0

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em nota divulgada na tarde desta segunda-feira (9), classificou como “acusações descabidas” a nova denúncia feita pela força-tarefa da Lava Jato em São Paulo contra Lula e seu irmão Frei Chico. “Lula jamais ofereceu ao Grupo Odebrecht qualquer ‘pacote de vantagens indevidas’, tanto é que a denúncia não descreve e muito menos comprova qualquer ato ilegal praticado pelo ex-presidente”, afirma o advogado Cristiano Zanin Martins.

A nova denúncia sai um dia depois da Vaza Jato denunciar que a força-tarefa da Lava Jato, a Polícia Federal e o então juiz Sérgio Moro esconderam a verdade sobre os áudios de Lula e Dilma. “Uma ocultação de provas de inocência e ação indevida e ilegal voltada a romper a democracia no País”.

Leia a íntegra da nota:

A denúncia oferecida hoje (09/09/2019) em São Paulo pelos procuradores da franquia “Lava Jato” contra Lula repete as mesmas e descabidas acusações já apresentadas em outras ações penais contra o ex-presidente, em especial, a ação penal nº 5063130-17.2016.4.04.7000 (caso do imóvel que nunca foi destinado ao Instituto Lula), que tramita perante a 13ª. Vara Federal Criminal de Curitiba e a ação penal nº 1026137-89.2018.4.01.3400/DF, que tramita perante a 10ª. Vara Federal Criminal de Brasília (caso Janus).

Lula jamais ofereceu ao Grupo Odebrecht qualquer “pacote de vantagens indevidas”, tanto é que a denúncia não descreve e muito menos comprova qualquer ato ilegal praticado pelo ex-presidente. Mais uma vez o Ministério Público recorreu ao subterfúgio do “ato indeterminado”, numa espécie de curinga usado para multiplicar acusações descabidas contra Lula. O ex-presidente também jamais pediu qualquer vantagem indevida para si ou para qualquer de seus familiares.

A denúncia sai no dia seguinte de graves revelações pelo jornal Folha de S. Paulo de atuação ilegal da Lava Jato contra Lula, mostrando a ocultação de provas de inocência e ação indevida e ilegal voltada a romper a democracia no País.

O uso de processos criminais e a repetição das mesmas e descabidas acusações em processos diferentes comprova que Lula é vítima de “ lawfare”, que consiste no abuso das leis e dos procedimentos jurídicos para promover perseguições política

Cristiano Zanin Martins

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Governo ‘não tem proposta para enfrentar cenário de crise’, diz economista

Tânia Bacelar lembra que o crescimento econômico, antes da pandemia, já era baixo. Para a …