Home Portal Notícias Se Dallagnol fugir de audiência na Câmara é porque quer ocultar crime que cometeu, adverte Correia

Se Dallagnol fugir de audiência na Câmara é porque quer ocultar crime que cometeu, adverte Correia

6 min read
0

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) realiza audiência pública no  próximo dia 10  para ouvir o coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. Fruto de um requerimento do deputado Rogério Correia (PT-MG), o convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer as conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato, e divulgadas pelo site The Intercept Brasil e outros parceiros da mídia tradicional.

Entre outros temas, o parlamentar petista disse que Dallagnol precisa explicar conversas entre procuradores que apontam para atos de perseguição ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  e de manipulação do processo que culminou com a sua condenação e prisão.

“Tudo isso precisa ser debatido, a sociedade precisa ter noção do que está acontecendo. Vamos colocar os ‘pingos nos is’, ouvir o que Dallagnol tem a dizer, ouvir as denúncias, para que a sociedade tire a conclusão das injustiças que estão fazendo com o presidente Lula. Quero ver se ele vem. É importante que ele venha para dizer o que foi esse processo da Lava Jato. Infelizmente ele está fugindo, já se negou a vir a Câmara outras vezes”, destaca Rogério Correia.

Fundo bilionário

O procurador Dallagnol já recusou dois convites neste ano para prestar esclarecimentos em audiências públicas na Câmara. Na primeira vez, em abril, Dallagnol havia sido convidado para explicar na CTASP a participação da Lava Jato no controle de dois misteriosos fundos privados – num total de R$ 9,3 bilhões – oriundos de acordos firmados entre os procuradores de Curitiba, a Petrobras, a Odebrecht e o governo dos Estados Unidos.

Em julho, Dallagnol também não compareceu a uma audiência pública na Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara (CDHM). O objetivo do encontro era obter esclarecimentos sobre as mensagens divulgadas pelo site The Intercept, de conversas entre o procurador e o então juiz Sérgio Moro.

Confissão de culpa

Para Rogério Correia, se Dallagnol faltar mais uma vez estará demonstrando que tem o desejo de ocultar os crimes que cometeu. “Se ele não vier, estará escondendo parte dos crimes que fez”, explica.

O petista informa que também serão chamados para a audiência pública representantes do site The Intercept Brasil, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do coletivo Juristas pela Democracia.

(Matéria atualizada no dia 31/08/2019 às 17h22)

 

Veja o vídeo do deputado Rogério Correia

O convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato

DALLAGNOL TEM QUE SE EXPLICAR A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara (CTASP) realiza audiência pública na próxima terça-feira (3) para ouvir o coordenador da Força Tarefa da Lava Jato, o procurador Deltan Dallagnol. Fruto de um requerimento do deputado Rogério Correia (PT-MG), o convite a Dallagnol tem como objetivo esclarecer conversas vazadas entre ele e procuradores da Lava Jato, e divulgados pelo site The Intercept Brasil. A reunião está marcada para as 14h.

Posted by PT na Câmara on Friday, August 30, 2019

Héber Carvalho

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Zé Neto apresenta projeto que garante computador para estudantes pobres de escolas públicas durante a pandemia

O deputado Zé Neto (PT-BA) apresentou um projeto de lei na Câmara (PL 3.699/20), com a coa…