Home Portal Notícias Boletim 550 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 550 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

4 min read
0

Boletim 550 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba – 23/8/2019 – 503 dias de resistência – 19h55

 

  1. A pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Instituto Lula, que tem como uma de suas missões preservar o legado dos seus governos, resgatou um discurso histórico feito por ele durante a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2009, a COP-15, em Copenhague (Dinamarca). O próprio Lula reconhece que fez um bom discurso sobre o desmatamento na Amazônia e as mudanças climáticas e foi aplaudido de pé pelo plenário. Em contraste, os discursos dos presidentes de então dos EUA, Barack Obama, e da França, Nicolas Sarkozy, praticamente não foram notados. Leia mais: https://pt.org.br/lula-foi-ovacionado-pelo-mundo-em-evento-sobre-meio-ambiente-em-2009/

 

  1. O líder do partido França Insubmissa, Jean-Luc Mélenchon, vai visitar o ex-presidente Lula no dia 5 de setembro. Através das redes sociais, ele avisou aos seus correligionários que não participará das tradicionais “ universidades de verão” do partido, pois estará na sede da Polícia Federal de Curitiba com Lula no mesmo período. Leia mais: https://pt.org.br/jean-luc-melenchon-visitara-lula-no-dia-5-de-setembro/

 

  1. Realizado em todas as sextas-feiras desde que Lula está mantido como preso político a partir de uma farsa judicial, o Luzes para Lula chega à sua 500ª edição neste dia 23. A iniciativa de solidariedade simboliza a esperança dos milhões de brasileiros e brasileiras que, com velas, celulares e isqueiros, iluminam a Vigília Lula Livre e renovam as esperanças.

 

  1. O procurador Deltan Dallagnol, chefe da Operação Lava Jato, mudou seus contratos de palestras em 2017, para deixar de lado a filantropia e destinar o dinheiro para enriquecimento pessoal. A alteração foi feita depois de ele justificar à Corregedoria do Ministério Público que a verba arrecadada tinha por objetivo ações filantrópicas. As revelações foram feitas hoje (23) pela Folha de S. Paulo, em parceria com o site The Intercept Brasil. Mais uma prova de que a perseguição política a Lula feita de maneira ilegal pelo agente da força-tarefa tinha também motivações financeiras. Leia mais: https://pt.org.br/deltan-fez-da-perseguicao-a-lula-grande-negocio-e-embolsou-r-580-mil/

 

Boletim 550 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba – 23/8/2019 – 503 dias de resistência – 19h55

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Projeto susta ato do Executivo que reclassifica nível de toxicidade de agrotóxicos

O Projeto de Decreto Legislativo 616/19 pretende tornar sem efeito o ato do Ministério da …