Home Portal Notícias Fontana quer ouvir ministros de Estado sobre acordo secreto de Itaipu na Comissão de Relações Exteriores

Fontana quer ouvir ministros de Estado sobre acordo secreto de Itaipu na Comissão de Relações Exteriores

3 min read
0

O deputado federal Henrique Fontana (PT-RS) protocolou requerimento na Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional para que os ministros de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e da Defesa Nacional, Bento Costa Lima, prestem esclarecimentos sobre a ata bilateral assinada no dia 24 de maio, entre Brasil e Paraguai, relativa à contratação de potência da usina hidrelétrica de Itaipu. “Nos últimos dias, fomos surpreendidos pelos graves acontecimentos no Paraguai em virtude da renegociação secreta entre os dois governos do acordo sobre a comercialização da energia da usina binacional”, justificou o parlamentar.

De acordo com denúncias publicadas na imprensa paraguaia, além de pressionar, definir cronograma e acelerar as negociações, o governo Bolsonaro redigiu os termos do acordo para viabilizar a garantia de exclusividade de comercialização da energia excedente para a empresa Léros, representada por um assessor do PSL. No requerimento, Fontana lembra que a revelação da existência do acordo levou o chanceler paraguaio, o presidente de Itaipu e outros dois funcionários de alto escalão a renunciarem. Além disso, o novo acordo enseja, agora, um pedido de impeachment do atual presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez. Para o deputado, essa crise política tende a prejudicar as relações bilaterais Brasil/Paraguai, com prejuízos sensíveis aos interesses brasileiros. Atualmente, a usina binacional é uma das principais fornecedoras de energia elétrica no Brasil, respondendo por cerca de 15% do total consumido no País.

Na última semana, os deputados da Bancada do PT na Câmara protocolaram representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Jair Bolsonaro, o ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, para que sejam investigadas as responsabilidades administrativa, civil e penal dos representados.

Assessoria de Comunicação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Padilha quer acesso aos contratos com representantes das vacinas indiana e russa

O deputado e ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT-SP) quer explicações do Ministério…