Home Portal Notícias Plano Emergencial do PT para economia brasileira pode gerar 7,5 milhões de empregos, diz Mercadante

Plano Emergencial do PT para economia brasileira pode gerar 7,5 milhões de empregos, diz Mercadante

6 min read
1

O economista e ex-ministro Aloizio Mercadante destacou hoje (8) que o Plano Emergencial de Emprego e Renda lançado nesta semana pelo Partido dos Trabalhadores poderá gerar 7,5 milhões de vagas de trabalho no País, no curto e médio prazo, com a adoção de medidas que não pressionam a dívida pública mas são contrárias à política ortodoxa e neoliberal do governo de extrema direita Jair Bolsonaro. O eixo principal do programa se baseia na aceleração de obras de infraestrutura e o estímulo ao consumo da população brasileira.

O Plano foi apresentado nesta quinta-feira às bancadas do PT na Câmara e no Senado por Mercadante e os economistas Ricardo Carneiro (Unicamp) e Sérgio Mendonça (Dieese). A propostas, a serem convertidas em projeto de lei pelos parlamentares petistas, foram elaboradas pelo PT junto com a Fundação Perseu Abramo e as representações do partido no Congresso Nacional.

Classe trabalhadora

Mercadante informou que a geração de 7,5 milhões de empregos é vital para aliviar os problemas da classe trabalhadora. Ele observou que hoje há no País 12,4 milhões de desempregados e 26 milhões em regime de subemprego, além de 63 milhões de brasileiros e brasileiras que não conseguem pagar suas dívidas. Segundo ele, a política econômica de Bolsonaro, uma continuidade da do governo golpista Michel Temer, não vai tirar o Brasil do atoleiro econômico e social atual.

“O PT já tem experiência, criamos 22 milhões de empregos formais durante nossos governos”, disse Mercadante. Uma das propostas, segundo o ex-ministro, é retomar 7,3 mil obras públicas federais paradas no País, as quais totalizam investimentos de R$ 130 bilhões.

Taxação de lucros de bancos

O financiamento das ações emergenciais viria por intermédio do aumento da Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) dos bancos — setor mais lucrativo da economia – e com o uso de mais de R$ 50 bilhões que deverão entrar nos cofres da União até o fim do ano por conta de leilões de cessão onerosa de petróleo na área do pré-sal.

O partido propõe também o uso de 10% das reservas internacionais (hoje ao redor de US$ 390 bilhões) para a criação de um fundo destinado exclusivamente a financiar investimentos da iniciativa privada.

O PT propõe ainda, conforme explicou Mercadante, desfazer o nó jurídico atual provocado pela Lava Jato, que levou dezenas de empresas de construção civil à falência. Essas empresas têm obras paralisadas e, como são titulares das concessões, outras não podem ocupar o lugar delas. “O Tribunal de Contas da União e o Ministério Público precisam refazer os contratos e reorientar o regime de concessão”, defendeu Mercadante.

O Plano Emergencial de Emprego e Renda tem nove diretrizes e é um desdobramento e atualização coletiva do programa construído pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para as eleições presidenciais de 2018.

 

Assista às explicações de Mercadante sobre o Plano:

O economista e ex-ministros Aloizio Mercadante explica o Plano Emergencial de Emprego e Renda

O economista e ex-ministro Aloizio Mercadante explica o Plano Emergencial de Emprego e Renda lançado nesta semana pelo Partido dos Trabalhadores. Nos governos do PT, foram criados 22 milhões de empregos formais, até o golpe de 2016. O Plano visa criar 7,5 milhões de empregos no Brasil.

Posted by PT na Câmara on Thursday, August 8, 2019

 

 

Mais informações sobre o Plano Emergencial no link abaixo:

https://pt.org.br/baixe-a-cartilha-do-plano-emergencial-de-emprego-e-renda/

 

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Pimenta desafia família Bolsonaro a apoiar quebra de sigilo bancário de Queiroz

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), desafiou hoje (11) toda a família Bolsonaro –…