Home Portal Notícias Seis ministros de Bolsonaro são esperados nesta semana na Câmara

Seis ministros de Bolsonaro são esperados nesta semana na Câmara

4 min read
0

Após o recesso parlamentar, a Câmara dos Deputados realiza nesta semana seis audiências públicas nas quais estão previstas a presença de ministros do governo Bolsonaro. A primeira delas, de iniciativa da deputada Erika Kokay (PT-DF), será realizada pela Comissão de Trabalho, nesta terça-feira (6), às 10h, no plenário 12. O convidado é o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Marcos Pontes, que deverá prestar esclarecimentos sobre a intenção do governo Bolsonaro de privatizar os Correios.

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, é esperado nesta quarta-feira (7) em reunião conjunta das comissões de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia e de Meio Ambiente. Ele deve explicar as mudanças que estão sendo desenhadas no Fundo Amazônia. O deputado Nilto Tatto (PT-SP) é o autor da iniciativa pela Comissão do Meio Ambiente. E os deputados José Ricardo (PT-AM) e João Daniel (PT-SE) subscrevem o pedido de audiência pública pela Comissão da Amazônia. O debate será realizado no plenário 2, às 10h.

Agrotóxicos

Também na quarta-feira (7), às 10h, a Comissão de Defesa do Consumidor vai ouvir os ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Agricultura, Tereza Cristina. Eles vêm a Câmara explicar as autorizações de novos produtos agrotóxicos feitas ao longo do ano de 2019. A reunião será no plenário 8.

A última audiência da quarta-feira contará com a presença do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Ele explicará na Comissão de Viação e Transportes, a partir das 11h, no plenário 11, a política de preço do óleo diesel no País e também a política pública chamada de ‘cartão caminhoneiro’, anunciada pelo governo Bolsonaro em maio, após rumores sobre uma nova greve dos caminhoneiros.

Na quinta-feira (8), o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, comparece à Comissão de Seguridade Social e Família, a partir das 10h, no plenário 3. O chanceler falará sobre as recentes instruções dadas ao corpo diplomático no sentido de vetar nos textos e resoluções da ONU expressões relativas a gênero, feminismo e saúde reprodutiva.

 

PT na Câmara com informações do site Congresso em Foco

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Câmara aprova fim da Lei de Segurança Nacional e criminaliza ataques ao Estado Democrático de Direito

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei (PL 6764/02), que revoga a Lei de Seguranç…