Home Portal Notícias Paulo Pimenta critica decisão de Toffoli que suspende inquéritos contra Flávio Bolsonaro e Queiroz    

Paulo Pimenta critica decisão de Toffoli que suspende inquéritos contra Flávio Bolsonaro e Queiroz    

7 min read
0

O líder da Bancada do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), e vários outros parlamentares petistas, criticaram duramente a decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, de suspender todas as investigações envolvendo o filho do presidente Jair Bolsonaro, senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), e consequentemente do ex-assessor da família presidencial, Fabrício Queiroz. Em vídeo postado no Twitter, na tarde destas terça-feira (16), Pimenta acusou o presidente do STF de tentar proteger a família Bolsonaro.

“O presidente do STF, durante o recesso, em uma decisão monocrática, vem pedir que todas instâncias do poder judiciário parem de investigar Flávio Bolsonaro e Queiroz. Qual é o medo? De comprovar dinheiro do crime organizado na conta da família do presidente da República? Isso é inaceitável, revoltante, isso é indigno! Nós não podemos aceitar essa proteção a família de metralhas milicianos, criminosos, que tomou de assalto o Palácio do Planalto”, protestou Pimenta.

Segundo a decisão do presidente do STF, fica suspensa em todas as instâncias do poder judiciário as investigações envolvendo o senador Flávio Queiroz (PSL-RJ), inclusive contra o ex-assessor da família Fabrício Queiroz, que utilizem dados do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). O órgão apontou movimentações suspeitas na conta de Fabrício Queiroz, então assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro, no valor de R$ 1,2 milhão. Parte desse dinheiro foi parar na conta bancária do filho de Jair Bolsonaro, que chegou a receber 48 depósitos entre junho e julho de 2017, no valor total de R$ 96 mil.

As informações foram usadas pelo Ministério Público do Rio para abrir investigação contra o agora senador e seu ex-assessor, Fabrício Queiroz.

“O Queiroz é um bandido, é o caixa da família Bolsonaro a muitos anos. Já está mais do que provado que Flávio Bolsonaro recebia na conta dele dinheiro de milicianos, de assassinos do crime organizado, e o Queiroz pegava esse dinheiro e ainda depositava na conta da Michelle Bolsonaro, a primeira dama do Brasil”, acusou Pimenta.

Segundo investigações do Ministério Público do Rio de Janeiro, Fabrício Queiroz depositou R$ 24 mil na conta de Michelle Bolsonaro.

 

Confira o vídeo do líder Pimenta

 

Veja a reação de outros parlamentares petistas sobre a decisão do presidente do STF:

Deputado Rui Falcão (PT-SP) – “STF bloqueia investigação sobre Flavio Bolsonaro & Queiroz. E ainda dizem que a lei é para todos! ”.

Deputado Zeca Dirceu (PT-PR) – “Todos os processos contra o 01 (Flávio Bolsonaro) foram suspensos. Queiroz? Laranja? 48 depósitos? Coaf? Talvez ele tenha se desculpado e ficou tudo bem”.

Deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) – “Absurda decisão de Toffoli de suspender as investigações contra Flávio Bolsonaro e Queiroz, mesmo com tantas evidências. Será que o pacto entre o STF e Bolsonaro é o da autoproteção? Esse “acordo nacional” é a alternativa ao “soldado e o cabo” para que não fechem a Suprema Corte? ”.

Deputado Rogério Correia (PT-MG) – “É a ausência de vergonha, pudor, a canalhice e o cretinismo praticados à vista de todos! A pedido de Flávio Bolsonaro, Toffoli suspendeu todos os inquéritos que tramitam na Justiça que tenham partido de dados do Coaf”.

Deputado Alencar Santana Braga (PT-SP) – “‏Será que os bolsonaristas combatentes da corrupção falarão alguma coisa? Investigar o miliciano ninguém quer e muito menos saber onde está o Queiroz. Hipocrisia”.

Deputado Joseildo Ramos (PT-BA) – “Dois meses depois que a imprensa denuncia que 13 parentes do presidente foram empregados em seu gabinete e no de Flávio Bolsonaro, o STF determina a suspensão de todas as investigações a respeito do senador e de Queiroz, seu ex-assessor. Mas a justiça é para todos, tá ok? ”.

Deputado Margarida Salomão (PT-MG) – “‏Estão obviamente querendo acabar com a Lava Jato. Certo, Moro? ”.

 

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

João Daniel denuncia que regularização fundiária proposta por Bolsonaro acentua injustiça agrária

A preocupação com a medida provisória (MP 910/19), editada esta semana pelo governo federa…