Home Portal Notícias Cocaína em avião presidencial: Bancada do PT requer convocação de general Heleno e de ministro da Defesa  

Cocaína em avião presidencial: Bancada do PT requer convocação de general Heleno e de ministro da Defesa  

4 min read
0

A Bancada do PT na Câmara protocolou na noite desta quarta-feira (26), em quatro comissões temáticas da Casa, requerimentos de convocação dos ministros do Gabinete Institucional da Presidência da República (GSI), general Augusto Heleno, e da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, a fim de prestarem esclarecimentos sobre a apreensão, na Espanha, de 39 quilos de cocaína em avião presidencial, de posse do segundo-sargento Manoel Silva Rodrigues, de 38 anos, da Força Aérea Brasileira. Outro requerimento convida o comandante de Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Antônio Carlos Moretti, a fazer os mesmos esclarecimentos.

Os requerimentos, assinados pelo líder Paulo Pimenta (RS) e outros 15 parlamentares, foram protocolados nas Comissões de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, de Relações Exteriores, de Comissão de Direitos Humanos e Minorias e na de Constituição e Justiça.

Fato gravíssimo

Segundo os parlamentares, “trata-se de fato gravíssimo”, envolvendo um auxiliar que trabalha próximo ao presidente Jair Bolsonaro, “sem precedentes na história recente do País e que precisa ser esclarecido com urgência pela respectiva Força Militar de origem do traficante e pelos ministros da Defesa e do Gabinete de Segurança Institucional”.

A Bancada observa que além das investigações feitas pelas autoridades espanholas – que mantêm o segundo-sargento preso desde segunda-feira 24 – é necessário que os dois ministros e o comandante da Aeronáutica esclareçam aos brasileiros as circunstâncias em que os quase 40 quilos de cocaína foram apreendidos em avião presidencial.

Os parlamentares alegam que pode “existir uma grande organização criminosa (tráfico internacional de entorpecentes) incrustrada ou com ramificações na Força Aérea Brasileira”, utilizando-se da propriedade pública para a realização de atos criminosos.

Polícia Federal

Os parlamentares também requereram ao diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Leite Valeixo, a abertura de inquérito policial para apurar o caso. Eles levantam no requerimento vários questionamentos, tais como se já havia investigação em curso sobre o segundo-sargento ou outro militar da FAB para apurar eventuais condutas criminosas.

Além do líder do PT, assinam os requerimentos a deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR), e os deputados Afonso Florence (PT-BA), Alexandre Padilha (PT-SP) Arlindo Chinaglia (PT-SP), Bohn Gass (PT-RS), Carlos Zarattini (PT-SP)Enio Verri (PT-PR), Helder Salomão (PT-ES), José Guimarães (PT-CE), Joseildo Ramos (PT-BA), Marcon (PT-RS), Odair Cunha (PT-MG), Paulo Guedes (PT-MG), Paulo Teixeira (PT-SP), Pedro Uczai (PT-SC), Rui Falcão (PT-SP) e Zeca Dirceu. (PT-PR)

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Boletim 601 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 601 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia Direto de Curitiba – 14/10/…