Home Portal Notícias Manchetes Moro cometeu crime e não ‘descuido’ ao instruir investigação contra Lula, acusam petistas

Moro cometeu crime e não ‘descuido’ ao instruir investigação contra Lula, acusam petistas

4 min read
0

Parlamentares da Bancada do PT na Câmara rebateram nesta sexta-feira (14) declaração dada pelo ministro Sérgio Moro (Justiça) ao jornal O Estado de S. Paulo de que cometeu um “descuido” ao ter repassado ao procurador-chefe da Lava Jato, Deltan Dallagnol, pistas de investigação contra o ex-presidente Lula

Segundo os petistas, o ato de Moro “foi um crime” que precisa ser punido e reforça ainda mais a suspeita de que a Operação Lava Jato tinha como objetivo principal condenar Lula a qualquer custo e também afastá-lo da eleição presidencial. Para o líder da Bancada do PT, deputado Paulo Pimenta (RS), “o ‘descuido’ de Moro nas conversas com Dallagnol tem número no Código Penal: Artigo 254”.

Este artigo, em seu inciso IV, diz que “o juiz torna-se suspeito se tiver aconselhado qualquer das partes”. Nesse caso, segundo o art.564, inciso I do Código de Processo Penal (CPP), poderá ocorrer a nulidade dos atos praticados pelo juiz suspeito.

Leia abaixo outras manifestações de parlamentares petistas sobre o “descuido” de Moro:

Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidenta nacional do PT: “Moro está tendo que se explicar. E quanto mais explica, mais se enrola. A verdade sempre vence a mentira”.

Rogerio Correia (PT-MG): “Sergio Moro finalmente reconheceu a veracidade das conversas com Dallagnol reveladas pelo The Intercept. Mas para ele os diálogos criminosos foram apenas “descuido”. Sabe quem ele tá lembrando? Aécio Neves. Não é?”.

Zeca Dirceu (PT-PR): “Descuido não, foi crime, ilegalidade mesmo!”.

Padre João (PT-MG): “Moro admite que foi descuidado ao julgar Lula. Agora só falta a Globo admitir que ajudou”.

Alencar Santana Braga (PT-SP): “Descuido? O juiz faz conchavos para tirar das eleições o candidato que liderava as pesquisas e agora chama isso de descuido? Moro tem que sair, imediatamente”.

Nilto Tatto (PT-SP): “Foi descuido meu” diz Moro, portanto admite claramente que de fato orientou a ação comandada por Dallagnol, prática ilícita”

Erika Kokay (PT-DF): “Moro diz que mensagens contra Lula na Lava Jato foi “descuido”. Descuido, não, Sérgio Moro, foi crime!”

Alexandre Padilha (PT-SP): “Cuidado, o homem, que chefia a PF e coordena o Sistema de Segurança Pública do Brasil, é cheio de “descuidos”. Não dá para aturar este governo”.

Henrique Fontana (PT-RS): “Não foi “descuido”, Moro. Foi crime mesmo”.

Beto Faro (PT-PA): “Moro tem muito que dar explicações. ‘Descuido meu’, diz Moro sobre diálogo com Deltan Dallagnol”.

Héber Carvalho

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Após denúncia de Bebianno, Rogério Correia protocola convocação de Moro para explicar convite de Bolsonaro antes das eleições

O vice-líder da Bancada do PT na Câmara, deputado federal Rogério Correia (MG), protocolou…