Home Portal Notícias Lula: Moro e Dallagnol sabem que eu sou honesto e que eles estão mentindo

Lula: Moro e Dallagnol sabem que eu sou honesto e que eles estão mentindo

5 min read
0

O que Lula tem dito desde que foi condenado injustamente se confirmou com as notícias sobre o conluio do ex-juiz Sérgio Moro com o procurador do Ministério Público Federal, Deltan Dallagnol. Com a tranquilidade de que a verdade veio a tona, o ex-presidente reafirma: “o Moro sabe que eu sou honesto, o Dallagnol sabe que eu sou honesto. E eles sabem que estão mentindo”.

A frase foi dita em entrevista a Juca Kfouri e José Trajano, divulgada nesta quinta-feira (13) pelo canal TVT – a primeira após a divulgação de reportagens do site The Intercept Brasil, que revelam a motivação política da Operação Lava Jato, que perseguiu o ex-presidente para prejudicar o PT nas Eleições de 2018.

“O que aconteceu foi dito por mim várias vezes, foi dito pelo Cristiano (Cristiano Zanin Martins, advogado de defesa), foi dito por tudo mundo que me defende. Eu aproveito para dizer a vocês que estou ficando feliz com o fato de que o país finalmente vai conhecer a verdade. O tempo inteiro eu disse que o Moro é mentiroso”, disse o ex-presidente sobre as conversas vazadas.

Eles construíram um processo de mentira. A desgraça de quem conta a primeira mentira é que passa a vida inteira mentindo para poder justificar aquela.

Ainda sobre esse assunto, Lula critica a irresponsabilidade de Moro e Dallagnol, que armaram juntos o esquema que o prendeu injustamente. Ele lembra que foi o Presidente da República que mais fortaleceu os órgãos de investigação e combate à corrupção e aponta: “essas instituições, que são poderosas não podem ser manipuladas por moleques irresponsáveis”.

“A pergunta que se faz é o seguinte: quantos bilhões, quantos empregos e quantas empresas quebraram pela brincadeira de vocês? Não era possível apurar corrupção sem quebrar empresa? Era. Prende o dono e deixa a empresa funcionando, como a Samsung continuou funcionando, como a Volkswagen continuou funcionando na Alemanha.  Por que quebras as empresas? Por que desmoralizar a Petrobras, quebrar a Petrobras?”, complementa.

Respondendo ao próprio questionamento, Lula afirma que Sérgio Moro e Deltan Dallagnol estão mais a serviço de interesses dos Estados Unidos que do combate à corrupção. “Eles só conseguiram fazer isso, primeiro porque tinham o respaldo, na minha opinião, do Departamento de Justiça dos EUA”, avalia. E cita como prova disso o fundo de R$2,5 bilhões que a Lava Jato tentou criar para administrar recursos da Petrobras através de um acordo com os EUA.

Sobre o esquema da Operação Lava Jato, Lula reafirma o caráter político de sua prisão sem provas que já dura há 432 dias. O ex-presidente lembra que, quando sua defesa entrou com recurso contra a condenação assinada por Moro o então juiz Sérgio Moro afirmou: nunca disse que a Petrobras está envolvida e que o apartamento é do presidente. “Então por que eu estou preso”, questiona Lula.

 

Assista a íntegra

 

 

Da Agência PT de Notícias com informações do canal TVT

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Programa “Future-se” do governo Bolsonaro é uma ameaça à Universidade pública, adverte Margarida Salomão

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) fez hoje (19) severas críticas ao programa Future-se,…