Home Portal Notícias Outras notícias Bolsonaro mente sobre o PLN4 e ataca Congresso para esconder sua incompetência, diz líder do PT

Bolsonaro mente sobre o PLN4 e ataca Congresso para esconder sua incompetência, diz líder do PT

4 min read
0

Em vídeo publicado em suas redes sociais neste domingo (9), o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), rebateu as chantagens feitas por Jair Bolsonaro, na forma de ataque ao Congresso Nacional, com relação à aprovação do PLN4 e o pagamento de benefícios da assistência social.

“Bolsonaro, mais uma vez, sem usar argumentos técnicos, de uma maneira tosca e agressiva, tenta jogar a população contra o Congresso Nacional para justificar a sua incompetência”, disse Pimenta.

Através do PLN4, o governo solicita um crédito suplementar de R$ 248 bilhões. Em sua conta no Twitter, Bolsonaro ameaçou suspender o pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e de programas como Bolsa Família, Pronaf e Plano Safra caso o Congresso não aprove o projeto.

Pimenta, que foi presidente da Comissão Mista de Orçamento do Congresso, ressalta que os estudos da assessoria técnica da Câmara e Senado falam que o governo precisa de apenas R$ 90 bilhões para pagar os compromissos apontados no PLN4. E o estudo técnico do próprio governo fala em R$ 140 bilhões necessários para honrar os compromissos devidos.

“Esse cheque em branco de R$ 248 bilhões que ele [Bolsonaro] está pedindo significa, só de juros da dívida, mais R$ 26 bilhões por ano”, alerta o líder petista.

“Bolsonaro tem que aprender que, na democracia, quem governa precisa ter diálogo, argumentos, transparência… e não vai ser com ameaças que ele vai nos intimidar”, enfatizou Pimenta.

O valor correspondente ao pagamento do BPC, lembrou Pimenta, corresponde a uma pequena parcela do montante pedido no PLN4. “Se realmente a preocupação dele fosse essa [o BPC], ele pediria um dinheiro separado, não pediria num grande pacote onde mais de R$ 100 bilhões são um cheque em branco”, observa o líder.

Oposição

Na Câmara, Bolsonaro precisa de 257 votos entre os 513 deputados para aprovar o projeto. A oposição somada tem algo em torno de 120 votos. A bancada do PT tem 54 cadeiras na casa.

Quase 400 deputados fizeram campanha para Bolsonaro contra Haddad no segundo turno das eleições de 2018.

Assista ao vídeo do líder do PT:

Rogério Tomaz Jr.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Mujica critica “prisão injusta” de Lula em ato de campanha no Uruguai

Neste sábado (19), no último ato do seu partido na campanha para as eleições do Uruguai, o…