Home Portal Notícias Cultura de violência contra jornalistas e comunicadores é tema de audiência na Câmara Federal

Cultura de violência contra jornalistas e comunicadores é tema de audiência na Câmara Federal

3 min read
0

A Câmara dos Deputados realiza na próxima terça-feira (4) audiência pública para debater a violência contra jornalistas e comunicadores como ameaça aos direitos humanos e à democracia. O evento será realizado em conjunto pelas comissões de Cultura, onde a proponente foi a deputada Maria do Rosário (PT-RS) e pela comissão de Direitos Humanos, onde a autoria é do deputado Túlio Gadelha (PDT-PE).

O dado mais recente revela que a violência contra jornalistas aumentou 36% em relação a 2017 segundo o relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). De acordo com o levantamento, foram registrados 135 casos de agressões, atingindo 227 jornalistas.

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) argumenta que é preciso entender e pensar soluções para a reversão do triste quadro de violência contra os jornalistas, comunicadores e profissionais de imprensa em atuação no Brasil. “Mesmo após a redemocratização, o País vivencia violência a jornalistas, comunicadores e profissionais de imprensa em geral, seja por restrições injustificáveis ao exercício de suas profissões, seja até mesmo por crimes contra a vida destes profissionais”, destaca a deputada.

Foram convidados para a audiência representações da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Nacional), jornalista Leonardo Sakamoto; representante da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e o Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul, além do Ministério da mulher, família e Direitos Humanos e da ONG Artigo 19.

A reunião pública acontecerá às 14h30, no plenário 9 da Câmara Federal.

Assessoria de Comunicação

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

AI-5 completa 51 anos, entre repúdio à ditadura e defensores do autoritarismo

Como neste ano, o 13 de dezembro de 1968 também caiu em uma sexta-feira. Já era noite quan…