Home Portal Notícias Rede e PCB ampliam para sete os partidos do fórum da oposição

Rede e PCB ampliam para sete os partidos do fórum da oposição

3 min read
0

O Fórum dos Partidos de Oposição (PT, PSB, PDT, PSOL e PCdoB) ampliou sua representação política nesta quarta quarta-feira (29), recebendo a participação de mais dois partidos: a Rede e o PCB. Além dos representantes dos sete partidos, participou da reunião o governador do Piauí, Welington Dias (PT), que articula para os próximos dias uma reunião do Fórum com os governadores do campo progressista.

Na reunião desta semana, o Fórum definiu agendas para ampliar a luta em defesa da democracia, da soberania nacional e dos direitos ameaçados pelo governo Bolsonaro. Além da reunião com os governadores, foi marcada para o dia 10 de junho uma plenária com representantes dos movimentos sociais, centrais sindicais e as Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo. No dia 11 os presidentes e representantes dos partidos visitarão a OAB em Brasília. Ainda sem data marcada, também vão se encontrar com o presidente do STF, Dias Toffoli, para tratar da defesa da Constituição e do Estado de Direito.

O Fórum dos Partidos de Oposição decidiu se posicionar contra a ideia de pacto articulada por Bolsonaro com os presidentes da Câmara, Senado e Supremo Tribunal Federal. A presidenta do PT, Gleisi Hoffmann disse que “é indefensável a participação do Supremo na definição de políticas de governo que um dia terão de julgar”. Na avaliação dos participantes, trata-se de uma proposta contra o povo, articulada entre setores políticos e não por instituições.

Participaram da reunião, além de Gleisi, os presidentes do PSB, Carlos Siqueira, do PDT, Carlos Lupi, do PSOL, Juliano Medeiros, a presidenta do PCdoB, Luciana Santos, o porta-voz nacional da Rede, Pedro Ivo Batista, e o dirigente nacional do PCB, Golbery Lessa, além de parlamentares e outros dirigentes dos sete partidos.

Agência PT de Notícias

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Programa “Future-se” do governo Bolsonaro é uma ameaça à Universidade pública, adverte Margarida Salomão

A deputada Margarida Salomão (PT-MG) fez hoje (19) severas críticas ao programa Future-se,…