Home Portal Notícias Manchetes Reforma: para petistas é melhor Guedes ir embora do que acabar com a aposentadoria dos brasileiros

Reforma: para petistas é melhor Guedes ir embora do que acabar com a aposentadoria dos brasileiros

10 min read
0

Vários parlamentares da Bancada do PT na Câmara se despediram nesta sexta-feira (24) do ministro da Economia, Paulo Guedes, pelo Twitter, após declaração dele à revista Veja de que poderá ir embora do Brasil caso a Reforma da Previdência, em tramitação no Congresso, seja desidratada e vire uma “reforminha”. “Se eu sentir que o presidente não quer a reforma, a mídia está a fim só de bagunçar, a oposição quer tumultuar, explodir e correr o risco de ter um confronto sério… pego o avião e vou morar lá fora”, disse Guedes.

Em um vídeo postado no Twitter, o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), disse que o ministro da Economia não está em condição de fazer ameaça. “Um banqueiro, que junto com Bolsonaro quer acabar com os direitos do povo se aposentar, ainda quer fazer ameaça? Já vai tarde Paulo Guedes, o Brasil não precisa de ti. O Brasil precisa de emprego, oportunidade e desenvolvimento. O que estão faltando para você ir embora? Tchau, vai de uma vez! ”, afirmou.

Ao comentar a ameaça do ministro Guedes para forçar a aprovação da Reforma da Previdência do jeito que o governo Bolsonaro quer, com o fim da aposentadoria para a maioria dos brasileiros, a deputada Erika Kokay (PT-DF) reforçou: “Melhor Guedes renunciar que o povo ficar sem aposentadoria”.

Já o deputado José Guimarães (PT-CE) ressaltou que a declaração do ministro é “mais uma chantagem contra o Congresso Nacional”. Na mesma linha, o deputado Henrique Fontana (PT-RS) disse que a tentativa de chantagem pode se converter em motivo de comemoração. “O que ele (Paulo Guedes) não imagina é que isso pode ser objeto de comemoração da sociedade, que rejeita a sanha do governo de liquidar a Previdência”, observou.

Os deputados Carlos Veras (PT-PE) e Reginaldo Lopes (PT-MG) disseram que as ameaças do ministro demonstram que o atual governo despreza os direitos previdenciários da população. “Guedes ameaça deixar o País caso a Reforma da Previdência não passe, diz que já tem idade para se aposentar. Não é só o senhor que quer se aposentar não, seu ministro. Tire a mão dos direitos do povo e pegue seu avião”, provocou Veras. Já Reginaldo Lopes disse que “Ao tentar ameaçar os brasileiros e brasileiras (Paulo Guedes) mostra que realmente só está no Brasil por uma missão: tirar um trilhão dos mais pobres”.

Para a deputada Margarida Salomão (PT-MG), a declaração do ministro de Bolsonaro também pode ser entendida como um aviso de alguém que, diante do agravamento da crise, já pensa em sair do governo. “É claro que o Paulo Guedes está vendo uma catástrofe, presidente. Assim como o Lobão já viu. A Janaína Paschoal. A Miriam Leitão. Até o Pondé já viu. Essa catástrofe se chama: governo Jair Bolsonaro”, garantiu.

 

Vídeo do líder

Tchau Paulo Guedes

O deputado Helder Salomão (PT-ES), presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, se despediu do ministro ao dizer que prefere ficar ao lado dos direitos do povo. “Se a Reforma da Previdência não for aprovada, Guedes sai do País. Se a reforma for aprovada, o povo não se aposenta. Fico com o povo. Tchau, Guedes!”, destacou.

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) também aproveitou o momento para se despedir de Paulo Guedes em outro vídeo. “Como eu estou na resistência a esta Reforma da Previdência que retira direitos, eu quero dizer: Tchau, Paulo Guedes!”, disse.

O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) disse que a partida de Paulo Guedes seria uma boa notícia para o Brasil. “Ufa, até que enfim uma boa notícia. Paulo Guedes pode ir embora. Aliás, vai tarde. Essa política ultraliberal está afundando o Brasil. Em 5 meses, com a sua gestão, o Brasil só andou para trás”, lembrou.

Luta contra a Reforma da Previdência

Na declaração do deputado Bohn Gass (PT-RS), independente da saída ou não de Guedes o mais importante é lutar contra a reforma que retira direitos. “Aviso aos navegantes: permanência ou saída de Paulo Guedes do governo não afetam minha posição sobre a reforma de Bolsonaro. Sou contra porque essa reforma condena nossos idosos à miséria, obriga o trabalho até a morte e porque quem paga a conta é quem ganha menos”, frisou.

Para além das chantagens e ameaças, o deputado Zeca Dirceu (PT-PR) cobrou do ministro de Bolsonaro solução para alguns dos problemas do País. “Desafio alguém a mostrar quais são as propostas de Paulo Guedes para o endividamento das famílias, agricultores e empresas, ou as propostas para reduzir o juro real cobrado pelos bancos”, destacou.

O deputado Pedro Uczai (PT-SC) disse que as ideias de Paulo Guedes são as mesmas que foram adotadas na Argentina, e que ajudaram a quebrar o País. “ (Maurício) Macri quebrou a Argentina e o ministro Guedes quer colocar o Brasil no mesmo caminho”, acusou.

 

Héber Carvalho

 

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Airton Faleiro e Benedita promovem na Câmara debate sobre a cultura do Oeste do Pará

A Câmara dos Deputados viveu um momento cultural histórico nesta segunda-feira (19). Parti…