Home Portal Notícias Pelegrino denuncia Bolsonaro por entrega criminosa do patrimônio público à rapinagem estrangeira

Pelegrino denuncia Bolsonaro por entrega criminosa do patrimônio público à rapinagem estrangeira

7 min read
0

O deputado federal Nelson Pelegrino (BA) denunciou hoje (23), no plenário da Câmara, uma gigantesca operação de rapinagem contra o patrimônio público brasileiro articulada pelo presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, com o objetivo de favorecer sobretudo grandes grupos econômicos estrangeiros.

“O governo atual segue à risca a agenda de Michel Temer para a entrega criminosa, na bacia das almas, do patrimônio estatal brasileiro”, denunciou o parlamentar. Ele lembrou que Guedes anunciou há pouco que agora vai começar a “entrega dos peixes grandes”. Para Pelegrino, trata-se de “um entreguismo deslavado, um crime de lesa-pátria com o nome de privatização”.

Bondades para estrangeiros

Ele citou como exemplo o fatiamento da Petrobras a grupos estrangeiros, sem licitação. Um dos casos é a venda da Transportadora Associada de Gás (TAG) e a BR Distribuidora, dois ramos estratégicos da empresa. A TAG é subsidiária da Petrobras e controla mais de 4,5 mil quilômetros de gasodutos nas regiões Norte e Nordeste do País, cuja capacidade de transporte gira em torno de 75 milhões de metros cúbicos de gás por dia.

Nelson Pelegrino pediu a suspensão do processo de privatização, uma verdadeira bondade aos estrangeiros à custa do povo brasileiro. Se for concretizada a operação, o grupo francês ENGIE e o fundo canadense CDPQ, que fecharam o acordo de compra da TAG, passarão a deter o controle sobre toda a malha de gasodutos dessas regiões. Além de desarticular a integração vertical e horizontal da Petrobras, a privatização da subsidiária aumentará os custos da estatal, já que passará a pagar pelo uso da malha de gasodutos que ela mesma construiu.

Frente Parlamentar em defesa da Petrobras

Já a BR Distribuidora, outro filé mignon objeto de ação criminosa do atual governo, só no primeiro semestre deste ano teve lucro de R$ 477 milhões. Mesmo com esse lucro astronômico, a empresa controlada pela Petrobras está na mira de Paulo Guedes. O objetivo é reduzir a participação estatal na BR Distribuidora para menos de 50% com a venda de ações. Dessa forma, a Petrobras pode perder o controle administrativo.  Atualmente, a BR Distribuidora tem 18,75% de suas ações nas mãos de investidores privados.

Pelegrino anunciou que no dia 29 próximo, no Congresso Nacional, será lançada a Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, justamente para barrar a rapinagem articulada pelo atual governo de extrema direita. O parlamentar conclamou o Tribunal de Contas da União e o Ministério Público a agirem contra as antinacionais privatizações de Bolsonaro, sobretudo porque, além de contrariarem os interesses nacionais e estratégicos do Brasil, ainda são feitas sem licitação, num processo suspeito.

Silêncio dos bolsonaristas

O deputado criticou a base do governo na Câmara por entoar mantras de “combate à corrupção” mas sem dar um pio contra o “saque organizado contra o patrimônio público brasileiro”. Para o parlamentar, o silêncio sepulcral da base governista diante das ações criminosas de Bolsonaro e Guedes em relação às antinacionais privatizações mostram o falso moralismo que move os bolsonaristas.

Segundo Nelson Pelegrino, ao abrir mão de empresas estatais estratégicas como a Petrobras – além de outras sob a mesma ameaça, como a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal – o Estado brasileiro fragiliza-se, perdendo instrumentos fundamentais para alavancar o crescimento econômico, com a geração de empregos a renda.

Assista o vídeo na íntegra:

PT na Câmara, com agências

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Parlamentares e ambientalistas realizam ato na Câmara em apoio a Greve Global pelo Clima

Deputados da Frente Parlamentar Ambientalista, entre eles vários do PT e de outros partido…