Home Portal Notícias José Ricardo participa de Caravana Lula Livre com Haddad em Manaus

José Ricardo participa de Caravana Lula Livre com Haddad em Manaus

9 min read
0

A Caravana Lula Livre chegou nesta quinta-feira (23) em Manaus, com o candidato à Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores nas eleições 2018, Fernando Haddad. O ex-ministro da Educação cumpre várias agendas no Amazonas junto com estudantes, militância, apoiadores e movimentos sociais. “Meio ambiente, educação e geração de emprego é o que nos traz aqui à Amazônia, para ouvirmos trabalhadores, estudantes e professores”, declarou Haddad, que percorre várias capitais do País. Fernando Haddad reforça as lutas pela liberdade do ex-presidente Lula, contra a Reforma da Previdência e aos demais retrocessos do governo federal, que prejudicam a população, além de defender as escolas e as universidades públicas do País.

O deputado José Ricardo (PT-AM) acompanha desde cedo a Caravana Lula Livre em Manaus. Nas redes sociais o parlamentar comentou: “Participo agora da Barqueada com Fernando Haddad, uma atividade da Caravana LulaLivre na Amazônia. Aqui estamos dialogando com pesquisadores, movimentos sociais, vendo a realidade das comunidades ribeirinhas”, destacou em sua conta no Instagram.

As agendas se iniciaram às 7h, com visita à empresa Moto Honda. Haddad destacou que a Zona Franca de Manaus é fundamental para a região. “Quem ataca a Zona Franca não entende de economia. Como se manter fábrica aqui em Manaus, com custo grande de logística para se trazer componentes e depois tendo que exportar o produto manufaturado, sem incentivo fiscal? Se Bolsonaro fizer isso, vai acabar com a Amazônia. E sabe o que irá sobrar? Somente mineral e vegetal para extrair e desmatar, sendo as únicas fontes de renda. Irão gerar pobreza, em vez de riqueza”, disse Haddad, reforçando que a Bancada do PT no Congresso Nacional se posicionará contrária às medidas do governo Bolsonaro que prejudiquem esse modelo econômico.

O ponto alto da visita de Fernando Haddad foi a barqueata realizada com a militância, apoiadores, especialistas e ambientalistas nos rios Negro e Solimões. No meio do encontro das águas, foi aberta uma grande bandeira “Lula Livre”, seguindo os barcos para a comunidade Cidade Flutuante, no Lago do Catalão, local que retrata a realidade ribeirinha da Amazônia e também beneficiada por ações dos governos do PT, como os Programas Luz para Todos e Caminho da Escola, hoje quase paralisados.

“Estamos aqui contra os ataques do Bolsonaro à educação, tanto aos professores quanto aos estudantes. Vocês viram que depois das manifestações, quando mais de um milhão de pessoas foram às ruas defender a educação neste país, ele começou a voltar atrás nos cortes. E também defenderemos o meio ambiente. Bolsonaro não entende que, com a tecnologia, você consegue gerar emprego sem a necessidade de destruir o meio ambiente. Porque tem concepção antiga de economia, que é emprego gerado com desmatamento e com a exploração mineral em área de reserva ambiental e indígena. Isso não se faz mais e nós provamos isso quando estivemos nesse governo”, lembrou Haddad.

Durante coletiva de imprensa, ele declarou que, além dessas pautas especificas, a caravana tem por objetivo construir uma rodada de discussão sobre a situação política e econômica do País, que está retirando direitos constitucionais da população. “Em apenas quatro meses esse novo governo apresentou o maior projeto de atraso para o Brasil. Jogam o País de volta a 30, 40, 50 anos atrás. São retrocessos na saúde, na educação, direitos humanos, meio ambiente. O povo quer discutir e quer promover esses debates. Se apenas nós estivermos conscientes do que está acontecendo, nós não vamos transformar o País”. E à tarde, a agenda seguiu com estudantes e professores da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), ainda em defesa da educação e contra todos os cortes de recursos.

Pará

O deputado Beto Faro (PT-PA) discursou no plenário da Câmara dos Deputados e saudou a Caravana Lula Livre no Amazonas e no Pará. Nesta sexta-feira (24), Fernando Haddad cumpre seu primeiro compromisso a partir das 8h com ato em defesa da educação superior na Amazônia, na Universidade do Oeste do Pará, em Santarém.

Segundo Beto Faro, a Caravana discutirá a queda dos recursos para a educação e a importância da educação para o desenvolvimento do País. Ela discutirá inclusive o legado que o presidente Lula e a presidenta Dilma deixaram no estado. “Será lembrado o apoio que eles [Lula e Dilma] deram aos municípios na área de educação. Além disso, a caravana vai debater este grave problema que é a tal da Reforma da Previdência, que não reforma para o bem; que não tira privilégio dos grandes, daqueles que de fato ganham muito; que quer fazer um processo de arrecadação daqueles que menos têm, daqueles que ganham até três salários mínimos, dos mais pobres do Brasil, como são os agricultores familiares, como são os beneficiários do BPC — Benefício de Prestação Continuada”, destacou Faro.

Haddad passará ainda por Santarém, Belém e Concórdia do Pará.

Assessoria de Comunicação

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia Direto de Curitiba – 19/9/2…