Home Portal Notícias Desgoverno Bolsonaro pode levar Brasil à depressão econômica, adverte Pimenta

Desgoverno Bolsonaro pode levar Brasil à depressão econômica, adverte Pimenta

6 min read
0

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), manifestou hoje (22) “absoluta preocupação” com o momento em que o País vive, sob o “desgoverno Jair Bolsonaro”, que em quase cinco meses de gestão foi incapaz de apresentar qualquer iniciativa para tirar o Brasil do atual atoleiro econômico e social.

“Nesses cinco meses, a única medida concreta do governo foi extinguir o horário de verão”, além de implementar uma política de cortes orçamentários que só aprofundam a recessão, disse o líder do PT.

“O Brasil vive um cenário de desgoverno e a situação poderá se agravar com a atual política econômica. O País mergulha rapidamente num quadro de depressão econômica”, advertiu o parlamentar.

Incompetência de Bolsonaro

Pimenta destacou que Bolsonaro é absolutamente incapaz de dirigir o País, embora tenha sido eleito com “enorme expectativa de setores da população para implementar medidas efetivas que pudessem levar o Brasil ao crescimento econômico, gerando empregos e renda”.

Mas, para frustração de quem votou em Bolsonaro, assinalou o líder do PT, o atual governo desmonta políticas sociais bem-sucedidas adotadas durantes os governos do PT, o que está fazendo o Brasil retornar ao Mapa da Fome da ONU e à miséria. “Trata-se de um governo servil ao capital financeiro e aos interesses estrangeiros, sem capacidade mínima de gestão”, denunciou Paulo Pimenta.

Família Bolsonaro e as milícias

Para piorar o quadro, as denúncias de envolvimento da família Bolsonaro com milícias e o crime organizado no Rio de Janeiro solapam qualquer resquício de credibilidade do País, ponderou o líder do PT.

“Qual investidor estrangeiro vai querer investir no país onde um presidente não dialoga e incentiva protestos de rua contra a democracia, o Parlamento e o Judiciário, justamente para desviar o foco de sua incompetência e incapacidade?”, indagou Pimenta.

O líder petista criticou a ladainha do atual governo de que a Reforma da Previdência vai ser a solução para a retomada do crescimento econômico. Segundo ele, a proposta de Reforma da Previdência de Bolsonaro apenas suprime os direitos dos trabalhadores e dos aposentados e vai aprofundar a crise social do País, caso seja aprovada.

Desemprego em massa

Ele lembrou que os setores que conspiraram para o impeachment de Dilma Rousseff, num complô judicial, midiático e político, também argumentavam que a saída da petista seria o caminho para a superação da crise econômica – o que não ocorreu, muito pelo contrário.

“No governo Temer, aprovou-se a Emenda Constitucional dos Gastos, para o País voltar a crescer, depois veio a Reforma Trabalhista, em seguida a necessidade de se eleger um presidente ainda mais liberal do que Temer, e o que assistimos hoje é o Brasil chegar a um número recorde de 14 milhões de desempregados e mais de 28 milhões de pessoas com subemprego”, observou Pimenta.

O líder petista afirmou que o Brasil precisa é de um plano emergencial para enfrentar a crise e o país retomar o caminho do crescimento econômico, com geração de empregos e renda, o que demanda romper com o atual modelo neoliberal de Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes.

PT na Câmara

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bulletin 548 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy

Straight from Curitiba – 8/21/2019 – 501 days of resistance – 9 PM Bulletin 548 – People’s…