Home Portal Notícias Manchetes Bolsonaro provoca estragos na economia, ataca democracia e está à beira do desespero, diz Pimenta

Bolsonaro provoca estragos na economia, ataca democracia e está à beira do desespero, diz Pimenta

6 min read
0

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), em discurso no plenário nesta terça-feira (21), manifestou “imensa preocupação” com a situação por que passa o Brasil e fez severas críticas ao presidente de ultradireita Jair Bolsonaro, “um inepto e incompetente” guindado ao cargo por meio de mentiras e fake news na campanha eleitoral do ano passado.

“O pior é que o povo está perplexo diante da possibilidade de se revelarem provas de ligação da família Bolsonaro com o crime organizado”, disse Pimenta. “Hoje, no País, há um sentimento de constrangimento generalizado”, completou o líder petista.

Para Pimenta, Bolsonaro não vai estabilizar o País, criar empregos e gerar desenvolvimento ao insistir em atacar a democracia e espalhar o ódio pelas redes sociais. “Precisa é ter vergonha e se comportar como presidente, o que não fez até agora. Precisa sair do palanque e ser presidente, ou corre o risco de deixar a Presidência sem nunca ter governado”, advertiu o parlamentar.

Pimenta observou que quem acompanhou Bolsonaro ao longo de seus 28 anos como deputado federal sabia de “sua absoluta incapacidade, sempre foi medíocre, não consegue conectar duas frases, uma com nexo com a outra”. “Alertamos o Brasil, Bolsonaro era uma mentira, fake, mas infelizmente, por meio de um jogo perverso de mentiras, foi eleito”.

Brasil paralisado

O líder do PT disse que nem a oposição podia imaginar que em pouco mais de quatro meses Bolsonaro criaria o estrago atual, com desemprego astronômico, paralisia da economia e perda de protagonismo e importância do Brasil no cenário internacional.

O parlamentar destacou também os constantes ataques de Bolsonaro a instituições como o Supremo Tribunal Federal, o Congresso Nacional e a democracia. Segundo ele, Bolsonaro “está à beira do desespero”, o que se pode constatar com os ataques dele também desferidos contra estudantes e professores e o povo brasileiro, qualificados por ele como “idiota e imbecil”. Essas ofensas foram repetidas por Bolsonaro na viagem que fez aos Estados Unidos na semana passada.

Quadro desastroso

O líder do PT ironizou os apoiadores do atual governo, que tentam atribuir todos os problemas do País ao Partido dos Trabalhadores, ignorando os avanços em todas as áreas ocorridos durante os governos petistas, de 2003 até o golpe de 2016. “Será que somos nós os responsáveis por esse quadro desastroso em que o Brasil está mergulhado?”, perguntou o líder, citando vários exemplos de como Bolsonaro e sua família têm levado o Brasil para o buraco.

Pimenta observou que não é o PT o responsável, por exemplo, pelo fato de Fabrício Queiroz ser caixa de um esquema criminoso da família Bolsonaro, no Rio de Janeiro, e tampouco por ele receber em sua conta dinheiro de familiares de milicianos criminosos e depositar parte da quantia na conta da primeira dama Michele Bolsonaro. “Temos que responder por esses esquemas vergonhosos?”, indagou o líder.

Moleques

Pimenta também criticou os três filhos de Bolsonaro – todos eles com cargos políticos – por agirem como “moleques” ao atacar pelas redes sociais ministros do governo do pai, inclusive os militares, bem como o Congresso Nacional. Ele também criticou o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL-GO), pelos ataques à democracia, ao Parlamento e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Assista o discurso do líder na íntegra:

 

PT na Câmara

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Moro mentiu sobre atuação como cabo eleitoral de Bolsonaro e deve ser convocado pelo Congresso, defende Pimenta

O líder do PT na Câmara, deputado federal Paulo Pimenta (RS), defendeu hoje (18) a convoca…