Home Portal Notícias Audiência pública debate redução de recursos ao Minha Casa, Minha Vida

Audiência pública debate redução de recursos ao Minha Casa, Minha Vida

4 min read
0

Na próxima quarta-feira (24), as comissões de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e Amazônia (Cindra) e de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados promovem audiência pública para debater sobre o Programa Minha Casa, Minha Vida, que está praticamente paralisado em todo o País por falta de recursos federais. A atividade, de autoria do deputado José Ricardo (PT-AM), subscrito por outros parlamentares, contará com a presença do ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, e do secretário Nacional de Habitação, Celso Matsuda.

Recentemente foi divulgado que o Programa Minha Casa, Minha Vida, que beneficiou milhões de brasileiros, está com cerca de 40 mil obras paradas pelo Brasil. E este ano, com a extinção do Ministério das Cidades, esse programa passou para a pasta do Ministério do Desenvolvimento Regional, o que pode comprometer a solução do grave déficit de moradias no País, já que o orçamento prevê apenas R$ 4,6 bilhões para o Programa, o que representa um percentual inferior ao ano de 2018. “Por isso, é fundamental sabermos qual a sua real dotação orçamentária para 2019 e cobrar o retorno dos investimentos em moradia”, explicou José Ricardo, ao ressaltar que a Política Nacional de Habitação está sendo desmontada, e o reflexo disso pode ser a volta das grandes ocupações.

Amazonas

De acordo com dados da Pesquisa Nacional de Domicílios Contínua (Pnad)/2016, os “sem moradia” são 460 mil, com déficit de 128 mil moradias somente em Manaus. Ainda pela Pesquisa, 139 mil famílias viviam em imóveis alugados na capital e 157 mil no Amazonas. Para o parlamentar, os dados são alarmantes, mostrando uma realidade que está presente por falta de uma política efetiva de habitação. “Defendo uma política habitacional para o País e o Amazonas, uma vez que do jeito que está hoje, só penaliza os mais pobres”, enfatizou o parlamentar.

Em suas defesas para a moradia, o deputado sempre cobrou do Governo do Estado e da Prefeitura de Manaus a realização de programas de loteamento para pessoas que não têm casa própria. Se não dá para construir casas, orienta ele, pelo menos, que se tenham lotes organizados a serem vendidos para famílias cadastradas, que com seu esforço e trabalho construam as suas próprias residências.

Assessoria de Comunicação

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Em novo diálogo, revelado por Veja, Deltan fala de encontros fortuitos com Gebran do TRF4

O procurador Deltan Dallagnol comenta em um chat com outros colegas do MPF: “O Gebran tá f…