Home Portal Notícias Ministro Abraham Weintraub prestará esclarecimentos na Comissão de Educação, anuncia Rosa Neide

Ministro Abraham Weintraub prestará esclarecimentos na Comissão de Educação, anuncia Rosa Neide

4 min read
0

A Comissão de Educação (CE) da Câmara aprovou requerimento nº 90/2019, da deputada federal Professora Rosa Neide (PT-MT), que convoca o atual ministro da Educação, Abraham Weintraub, para prestar esclarecimentos sobre as ações do MEC, bem como sobre falas preconceituosas em relação à educação no País. A audiência está marcada para o dia 15 de maio.

De acordo com a deputada, a saída do ex-ministro Vélez Rodríguez e a entrada de Weintraub não atenuou as preocupações que educadores e estudantes têm tido com a condução do MEC, no governo Bolsonaro. “Rodríguez marcou sua passagem com muitas polêmicas e nenhuma proposição apresentada, nomeações de dirigentes sem nenhuma experiência ou conhecimento da área da Educação”, observou.

Professora Rosa Neide cita que o atual ministro, indicado ao cargo pelo ‘astrólogo’ Olavo de Carvalho, que reside nos Estados Unidos – e é considerado o ‘intelectual’ da extrema direita brasileira -, atacou recentemente os nordestinos, ao defender que as universidades da região não deveriam oferecer cursos de disciplinas como sociologia e filosofia.

Enem

No mesmo dia, a Comissão de Educação aprovou outro requerimento de autoria da deputada, de número 80/2019, e subscrito também pelo deputado Alencar Santana (PT-SP), que requer a realização de audiência pública na Comissão para debater o Enem 2019.

Para a deputada há muita preocupação sobre a realização do exame neste ano, devido à falência da gráfica RR Dorneley, contratada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), para imprimir e distribuir as provas.

Conforme Rosa Neide, depois de o MEC criar uma Comissão de Censura ao Enem, constituída para ler previamente as questões do exame e autorizar sua manutenção ou não na prova, ocorre a falência da gráfica “que explicita que o MEC vai de mal a pior”, criticou.

“Precisamos saber quais medidas concretas o governo tomará para garantir a realização da prova, pois o Enem é a principal via de acesso dos estudantes às universidades”, finalizou Rosa Neide.

Assessoria de Comunicação

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas representam contra presidente da Fundação Palmares por ofensas ao movimento negro e às religiões de matriz africana

O líder do PT na Câmara, Enio Verri (PR), as deputadas Benedita da Silva (PT-RJ) e Erika K…