Home Portal Notícias Boletim 422 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 422 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

5 min read
0

Boletim 422 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba – 17/4/2019 – 376 dias de resistência – 19h05

 

  1. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe nesta quinta-feira (18) a visita da presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), e do senador petista Rogério Carvalho (SE). Após o encontro, os parlamentares concederão entrevista à imprensa em frente à Superintendência da Polícia Federal de Curitiba com transmissão ao vivo nas redes do PT, de Lula e parceiros. Confira: https://tinyurl.com/y3uqojgr

 

  1. Em Recife, ocorreu nesta quarta-feira (17) o lançamento nacional do livro “A Constituição traída – Da abertura democrática ao golpe e à prisão de Lula” (Editora Hedra). Escrita pelo historiador e cineasta Cleonildo Cruz e pela advogada e professora de Direito da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Liana Cirne, a obra surgiu da necessidade de organizar uma análise da ruptura institucional em curso no país. Saiba mais: https://tinyurl.com/y4snmtzl

 

  1. O ex-presidente Lula,por intermédio de sua equipe, comentou na terça-feira (16), pelo Twitter, artigo publicado na Folha de S.Paulo em que o diretor de cinema José Padilha faz mea culpa e admite ter errado ao apoiar o ex-juiz e hoje ministro da Justiça, Sergio Moro. “Imagine quando ele ler a sentença e descobrir que Moro condenou Lula sem provas, por “atos indeterminados”, para que não concorresse em 2018 e seu chefe, Bolsonaro, pudesse chegar ao poder?”, tuitou o perfil de Lula. Leia mais: https://tinyurl.com/y59b9wtz

 

  1. Nesta quarta (17), dia que marca os 23 anos do massacre de Eldorado do Carajás (PA), quando a polícia matou 19 trabalhadores sem-terras acampados, o Instituto Lula resgatou um vídeo de 1996 em que o ex-presidente comenta a tragédia. Após ter viajado até a Fazenda Macaxeira, onde o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) liderava a ocupação na ocasião do massacre, Lula disse: “Eu acho que é um dever nosso não deixar cair em esquecimento o acontecimento de Eldorado dos Carajás. […] A violência que foi feita contra os trabalhadores rurais pode perfeitamente bem ser feita contra os trabalhadores urbanos.” Leia mais: https://tinyurl.com/y5bv67un

 

  1. O Massacre de Eldorado do Carajás também foi lembrado durante o “Boa Tarde, presidente Lula!” desta quarta (17) na Vigília Lula Livre. Presentes no local, militantes do MST repudiaram a ausência de punição aos assassinos do massacre e também se solidarizaram-se com o ex-presidente Lula ao destacarem a importância de se hastear as bandeiras que são símbolos de luta e resistência por Lula Livre e por uma democracia com respeito e dignidade social. Assista ao vídeo: https://tinyurl.com/y66qmv5h

 

Boletim 422 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Direto de Curitiba – 17/4/2019 – 376 dias de resistência – 19h05

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Boletim 457 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 457 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia Direto de Curitiba – 22/5/2…