Home Portal Notícias Ibope: Bolsonaro despenca e aprovação de governo cai 15%

Ibope: Bolsonaro despenca e aprovação de governo cai 15%

6 min read
0

A aprovação do presidente Jair Bolsonaro (PSL) despenca cada vez mais. Levantamento do Ibope, divulgado nesta quarta-feira (20), mostrou que a proporção de quem considera a administração dele boa ou ótima caiu 15 pontos percentuais em 60 dias de governo. Com o resultado, Bolsonaro já tem o título de pior início de governo em comparação com todos os outros presidentes eleitos pelo povo, desde a redemocratização.

Após a posse em janeiro, a administração de Bolsonaro era considerada boa ou ótima para 49% dos entrevistados. O percentual caiu para 39% em fevereiro e agora em março, atingiu apenas 34%.  Nos seus primeiros mandatos, Dilma, Lula, Fernando Henrique e Collor sustentaram taxas mais altas do que os 34% de Bolsonaro nos meses iniciais. Ainda de acordo com o Ibope, as avaliações negativas de Jair são mais frequentes em cidades com mais de 500 mil habitantes (32%) e nos municípios que ficam nas periferias das regiões metropolitanas (29%).

Na avaliação do líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), o problema não é Bolsonaro descer a ladeira. Em sua conta no Twitter, ele afirma que a queda de Bolsonaro já era previsível. “O problema é ele levar o Brasil junto…”.

Para o deputado José Guimarães (PT-CE) a rejeição é histórica. “Faz tempo que um presidente não tem uma rejeição tão grande no início do primeiro mandato”, lembrou, enfatizando que o índice de aprovação é inferior ao de Fernando Henrique Cardoso, de Lula e de Dilma no mesmo período do primeiro mandato.

A deputada Erika Kokay (PT-DF) ironiza: “Desgovernado e de ladeira abaixo. Será que tem razão o guru bolsonarista Olavo de Carvalho que profetizou que do jeito que está o governo não dura 6 meses?”, provocou.  E o deputado Beto Faro (PT-PA) resumiu: “a ficha começou a cair”.

Também no Twitter, o deputado Rogério Correia (PT-MG) afirmou que o tombo de Bolsonaro no Ibope repercute fortemente na Câmara. “Isso tem a ver com o projeto de Reforma da Previdência, mas também com o conjunto da obra”, completou.

53% dos nordestinos não confiam em Bolsonaro

A Revista Piauí destacou, em publicação desta quarta, que os nordestinos e os moradores das grandes cidades do País são os que mais desconfiam de Jair: 53% não confiam no ex-capitão.  Ainda de acordo com a Piauí, o resultado é uma péssima notícia para o desgoverno de Bolsonaro, uma vez que, os movimentos da opinião pública costumam migrar das capitais para o interior, e não o contrário.

A revista destacou ainda que outros institutos de pesquisas avaliaram as razões da queda de avaliação de Bolsonaro e, entre as principais, há quatro motivos: a proximidade dele com milícias do Rio de Janeiro, denúncias de corrupção envolvendo o filho Flávio Bolsonaro, falta de medidas práticas que combatam a violência urbana e o destempero demonstrado por Jair em suas manifestações públicas, principalmente por meio do Twitter durante o Carnaval.

A pesquisa divulgada nesta quarta foi paga pelo próprio Ibope. O instituto faz, todo mês, uma pesquisa nacional com 2.002 entrevistas face a face na qual diferentes clientes pagam para incluir perguntas de seu interesse. A pesquisa mais recente foi realizada entre 16 e 19 de março, em todas as regiões do Brasil, com a população de 16 anos ou mais. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

 

Vânia Rodrigues, com Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Presidente da CDHM solicita ao ministro da Saúde que garanta tratamento para crianças com doenças degenerativas graves

A Atrofia Muscular Espinhal atinge 8 mil pacientes no Brasil e presidente CDHM recebe denú…