Home Portal Notícias Petistas acusam Bolsonaro de submissão aos interesses norte-americanos

Petistas acusam Bolsonaro de submissão aos interesses norte-americanos

9 min read
0

O deputado José Guimarães (PT-CE) acusou nesta terça-feira (19) o presidente Jair Bolsonaro de trair os interesses do Brasil ao se “ajoelhar perante o império norte-americano”. Durante pronunciamento no plenário da Câmara, o parlamentar lembrou que a viagem de Bolsonaro aos Estados Unidos não trouxe ganho algum para o País. Em contrapartida, observou o petista, o governo norte-americano obteve inúmeras concessões dos entreguistas da equipe de Bolsonaro.

O petista disse que um dos exemplos da submissão de Bolsonaro foi o “passe livre” para os americanos operarem na Base de Alcântara. “Entregaram a Base de Alcântara. Os americanos agora podem soltar foguetes, mísseis, o que quiserem da região do Rio Grande do Norte”, destacou. Outro escândalo, segundo Guimarães, foi a decisão de Bolsonaro de não mais exigir visto de entrada de americanos no Brasil, sem a mesma contrapartida para brasileiros ingressarem nos Estados Unidos.

“Os americanos podem entrar no Brasil livremente para fazerem o que quiserem, quem sabe trazer armas para o Brasil, como aconteceu recentemente quando encontraram um paiol de armas no Rio de Janeiro. Os americanos não precisam de visto para entrarem no Brasil”, protestou Guimarães.

O petista protestou ainda contra a ida “secreta” de Bolsonaro e do ministro da Justiça, Sérgio Moro, à sede da Central de Inteligência Americana (CIA), “um instrumento patrocinador de golpes no mundo inteiro”. “E aí você começa a associar tudo e diz: “O rei está nu”, revelou Guimarães.

O parlamentar ressaltou que toda essa subserviência aos interesses de uma potência estrangeira é observada ao mesmo tempo em que o País enfrenta uma grave crise econômica e social. “Nunca nós vimos um governo tão inoperante, que não tem projeto de Brasil, que só sabe tuitar. Eu não sei onde está a cabeça desse governo brasileiro: não governa, o Brasil está paralisado, o desemprego aumentando a toda hora, o Nordeste [Bolsonaro] não sabe nem onde fica, as obras estão paralisadas”, acusou.

No sentido contrário, José Guimarães recordou com saudosismo da época em que as relações internacionais estabelecidas pelo Brasil eram altivas e soberanas. “Quem não lembra das parcerias extraordinárias que o governo Lula fez com os americanos, fez com a China, fez com o mundo? Toda a política externa foi patrocinada com altivez, com soberania. Nós temos hoje um governo brasileiro que sequer tem projeto de nação”, comparou.

Críticas

Outros deputados petistas também ocuparam a tribuna da Câmara para criticar a submissão de Bolsonaro aos interesses norte-americanos. O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) disse estar perplexo com os resultados da visita de Bolsonaro aos Estados Unidos. “Gostaríamos de dizer da nossa perplexidade com a visita do Presidente da República aos Estados Unidos, entregando coisas que não têm nenhum sentido, a Base de Alcântara, permitindo que norte-americanos e de outras nacionalidades entrem no Brasil sem visto, sem nenhuma reciprocidade, abrindo as cotas de trigo para importação sem nenhuma taxa! Isso enquanto nós vivemos aqui no maior desemprego! ”, observou o líder da Minoria no Congresso Nacional.

Já o deputado Rogério Correia (PT-MG) também lamentou a entrega da Base de Alcântara e o fim da exigência de visto de entrada para os americanos no País, sem exigir o mesmo direito para os brasileiros. Ele afirmou ainda que Bolsonaro foi aos Estados Unidos e “mostrou que veio para desconstruir o Brasil”. “É impressionante como ninguém da base do Governo anuncia nada de bom para o Brasil. Não anunciam um emprego, uma estrada, uma casa. É lamentável o vexame que ele está fazendo os brasileiros passarem no exterior”, ressaltou.

Diante de tantas demonstrações de subserviência, o deputado Pedro Uczai (PT-SC) ironizou ao dizer que “quem sabe, na volta de sua viagem aos Estados Unidos, Bolsonaro não troca pela bandeira americana a bandeira (brasileira) que está no Palácio do Planalto? ”. “Este Presidente vai entregar o nosso País aos americanos”, completou.

Na mesma linha de raciocínio, o deputado Airton Faleiro (PT-PA) disse que a visita de Bolsonaro aos Estados Unidos envergonha os brasileiros pelo grau de submissão. “É muito triste um Presidente do nosso País chegar aos Estados Unidos e até agora efetivar acordos econômicos que só beneficiam os estrangeiros”, lamentou.

Ao também criticar o fim da exigência de visto para os americanos sem exigir reciprocidade para os brasileiros, o deputado Célio Moura (PT-TO) lembrou que Bolsonaro preferiu demonstrar apoio total a Donald Trump em uma possível intervenção na Venezuela. “Fala grosso com a Venezuela, porém, fala fino como o miliciano assassino que matou Marielle e que mora ao seu lado, e é seu vizinho”, destacou.

Héber Carvalho

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Seminário marca 50 anos do movimento LGBTI+ : Memória, Verdade e Justiça

Seis comissões da Câmara dos Deputados fazem, na próxima terça-feira (25/6) a partir das 9…