Home Portal Notícias Petistas exaltam vitória da Mangueira que canta a história de pobres, pretos, índios e Marielle

Petistas exaltam vitória da Mangueira que canta a história de pobres, pretos, índios e Marielle

11 min read
0

O que o Brasil viu na noite de segunda-feira (4) foi o triunfo da história contada em verso, prosa, verde e rosa. A Estação Primeira de Mangueira levou para a Sapucaí o samba-enredo “História pra Ninar Gente Grande”, que homenageou a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e retratou a história de um Brasil que não se vê e não se lê em livros didáticos e oficiais. História de gente pobre, preto, índio… História de resistência, de heróis anônimos que constroem o país, com determinação, resiliência, alegria, amor.

O Brasil e o mundo assistiram a um desfile marcado pela simbologia de fatos cruéis como “ditadura assassina” – retratado em um dos carros alegóricos -, com o marechal-presidente Floriano Peixoto pisoteando cadáveres. A Mangueira criticou os Bandeirantes – movimento polêmico, que para uns são desbravadores – assim retratados nos livros oficiais – para muitos, não passam de gananciosos que para conseguirem seus objetivos mataram e escravizaram a população indígena.

A sonoridade dos batuques que simbolizou a cultura afrodescendente foi o destaque do desfile mágico da Mangueira que contagiou o público no sambódromo lotado. O viés político e social da campeã do Carnaval de 2019 revelou o grito, o desabafo de um povo que buscou na festa popular, no símbolo da cultura brasileira, o caminho para mostrar seu descontentamento e indignação.

Esse momento histórico da cultura brasileira foi comemorado pelos parlamentares da Bancada do Partido dos Trabalhadores que usaram suas contas no Twitter para homenagear a vitória da Mangueira.

 

O líder da Bancada, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), escreveu: “Parabéns à Mangueira pelo desfile brilhante, pela homenagem emocionante e pelo título mais que merecido! Marielle seguirá eterna em nossos corações e inspirando muita gente a denunciar as injustiças e lutar por um Brasil e um mundo justo e democrático”.

A presidenta nacional do PT e deputada, Gleisi Hoffmann (PT-PR), comemorou: “Parabéns Mangueira! Marielle vive! Lula Livre! Direitos para o povo! Viva Estação Primeira”.

O líder da Minoria no Congresso Nacional, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), lembrou que carnaval é cultura, festa, luta e poesia. “E foi isso que a Mangueira mostrou na Sapucaí. Deu recado do povo e calou alguns que são tão pequenos que não conseguem enxergar Brasil na sua rica cultura. E pode apostar Mangueira: na luta a gente se encontra”, frisou o petista em sua conta no Twitter.

Zarattini ainda destacou que o espetáculo grandioso exibido pela Mangueira encheu o Brasil de orgulho. “Levou pra Sapucaí a luta do povo brasileiro, que vai resistir! Mostrou repúdio da nossa gente à intolerância, à retirada de direitos, à repressão do governo Bolsonaro”, comemorou o deputado.

“Brasil, meu nego. Deixa eu te contar. A história que a história não conta. O avesso do mesmo lugar. Na luta é que a gente se encontra”, destacou a deputada Erika Kokay (PT-DF), o trecho do samba-enredo da Mangueira.

O deputado Waldenor Pereira (PT-BA) também comemorou via sua conta no Twitter. “É festa da campeã do Carnaval carioca, que cantou e contou a história do Brasil através dos índios, negros e pobres, que homenageou Marielle Franco e ressoou o grito da nossa gente”, celebrou.

Na avaliação da deputada Natália Bonavides (PT-RN), vence o carnaval da ousadia e das palavras de ordem. “No encontro do samba-enredo da Mangueira com Marielle, ganhamos todos um carnaval politizado com gritos de resistência. Parabéns à Mangueira! Marielle não será uma heroína esquecida”, destacou.

Para o deputado João Daniel (PT-SE) o recado foi dado. “É isso! Carnaval é cultura popular, é também um ato político, é resistência. Parabéns, Estação Primeira de Mangueira e toda essa comunidade que vive e resiste a cada dia”.

O deputado Marcon (PT-RS) também festejou o resultado do carnaval carioca em sua conta nas redes sociais. “A Mangueira que homenageou Marielle e contou a história dos indígenas e negros no Brasil, lembrando aquilo que querem esquecer, calou os milicianos que rondam a república e se tornou campeã do Carnaval! Isso, sim, representa nossa cultura! Mas sobre isso Bolsonaro não vai twittar”, ironizou.

Na mesma linha o deputado Rogério Correia (PT-MG) tuitou: “O carnaval de 2019 foi uma resposta muito dura do povo ao Governo dos laranjas. Mangueira em festa repetiu o que o Brasil inteiro transformou em grito contra o fascismo”.

A deputada e professora Rosa Neide (PT-MT) disse que “a Mangueira fez um desfile lindo, impactante e corajoso”. “Parabéns por homenagear heróis da resistência, negros, pobres e índios. Essa vitória com certeza será dedicada à Marielle”.

O deputado Valmir Assunção (PT-BA) destacou: “Mangueira campeã do Carnaval carioca. Com um tema relevante e homenagem a Marielle Franco, aos caboclos de julho, a Luiza Mahin, a Dandara e Zumbi! Viva os nossos verdadeiros heróis”.

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP) acredita também que a vitória da Mangueira é a vitória dos índios, negros e dos pobres. “Quem ganha é a voz que vinha sendo calada, aniquilada, exterminada. Acaba a carnaval com esse convite para a luta. Aceitamos e estamos de pé”, observou.

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) parabenizou a Estação Primeira de Mangueira e disse que o título “consagrou um belo desfile que emocionou o Brasil”. “Viva o carnaval, as heroínas e os heróis da resistência e a cultura brasileira”, festejou.

O deputado Bonh Gass (PT-RS) lembrou que a escola contou a história que a história não conta, gritou “é na luta que a gente se encontra”, recomendou que se ouçam as Marielles e atacou o fascismo de Bolsonaro. “Índios, negros e pobres na bandeira do Brasil! Lindo”.

“Mangueira, tira a poeira dos porões. Ô, abre alas pros teus heróis de barracões. Dos Brasis que se faz um País de Lecis, jamelões. São verde e rosa, as multidões”, recortou a deputada Benedita da Silva (PT-RJ), uma estrofe do samba da Mangueira.

 

Benildes Rodrigues

 

 

 

 

 

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Solla cobra da Anvisa retorno de fiscalização em aeroportos

Membro da comissão externa da Câmara de Deputados formada para acompanhar a crise do coron…