Home Portal Notícias Prêmio Monteiro Lobato de literatura aprovado na Câmara fortalece a educação

Prêmio Monteiro Lobato de literatura aprovado na Câmara fortalece a educação

7 min read
0

O plenário da Câmara aprovou nesta quarta-feira (27) a criação do Prêmio Monteiro Lobato de Literatura para a Infância e a Juventude. O prêmio decorre de uma emenda ao Tratado de Amizade, Cooperação e Consulta (PDL 859/17), firmado pelo governo brasileiro com Portugal. A medida segue para análise do Senado.

Ao encaminhar o voto favorável pela Bancada do PT, a deputada Erika Kokay (DF) destacou a importância do prêmio para elevar e fortalecer a educação neste País, “que tem um ministro que já mostrou que não tem condições de gestão, um ministro que chama os brasileiros de ladrões, um ministro que quis obrigar as crianças a cantar o hino nacional e a fazer apologia ao governo com legendas do slogan de campanha do ainda candidato Jair Bolsonaro”.

Erika Kokay afirmou que Monteiro Lobato resgata as raízes do povo brasileiro. “Monteiro Lobato é patriotismo e patriotismo não é obrigar crianças e adolescentes a estarem cantando o hino nacional, não é entregar o pré-sal. Patriotismo é respeitar o patrimônio público, os direitos. Não há patriotismo em retirar o abono salarial de 21 milhões de brasileiros e brasileiras. Patriotismo não é condenar as pessoas que são incapacitadas de continuarem na vida laboral a terem apenas 60% de uma aposentadoria”, criticou.

O deputado Alexandre Padilha (PT-SP) também ao defender o prêmio citou a medida “criminosa” do ministro da Educação, Ricardo Vélez, que obrigava crianças a cantar o hino nacional e a recitar o slogan da campanha de Bolsonaro. “É discutindo soberania nacional e defesa da Amazônia nas escolas, por exemplo, que se constrói patriotismo. É assim que se constrói o valor das crianças brasileiras para defender a nossa Pátria. Patriotismo não é cantar o hino nacional e obrigar professores e crianças a recitarem slogan de candidato a presidente”, enfatizou.

 

Monteiro Lobato era um nacionalista

O deputado Reginaldo Lopes (PT-MG) destacou o lado nacionalista de Monteiro Lobato. “Além de ter sido um dos maiores autores da literatura infantil, Monteiro Lobato sempre foi um nacionalista que defendia a soberania nacional. Ele compreendia muito bem qual era o papel estratégico e o projeto de Estado brasileiro, quando ele se manifestou a favor da campanha ‘O Petróleo é Nosso’ e, com certeza, foi fundamental para a consolidação do Brasil como uma Nação” afirmou.

Para o deputado Alencar Santana Braga (PT-SP), o prêmio é importante não só por toda a criação literária de Monteiro Lobato, mas também porque ele foi um defensor das riquezas brasileiras, em especial do petróleo. “É uma pena que hoje não é o que observamos por parte daqueles que defendem este governo que aí está dizendo que é nacionalista. Ora, nacionalista, tendo um general brasileiro subordinado à Defesa norte-americana? Nacionalista, se nós temos um País que faz uma política externa com o ministro das Relações Exteriores sendo praticamente um vassalo de outros interesses, que não o interesse pátrio? Nacionalista?”.

 

O Prêmio

A condecoração – Prêmio Monteiro Lobato de Literatura – será concedida a cada dois anos a escritores e ilustradores de livros de literatura infanto-juvenil dos estados -membros da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) – Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

O objetivo do prêmio é homenagear autores de livros de língua portuguesa dedicados à infância e à juventude que contribuam com o patrimônio literário e artístico do idioma. O valor do prêmio será correspondente à soma das contribuições dos países membros do tratado – Brasil e Portugal.

 

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Comitês de todo o Brasil preparam o mutirão Lula Livre

Neste sábado (25) e no domingo (26), os comitês Lula Livre espalhados pelo Brasil vão às r…