Home Portal Notícias Previdência de Bolsonaro fará agricultores trabalharem mais

Previdência de Bolsonaro fará agricultores trabalharem mais

4 min read
0

A Reforma da Previdência proposta por Paulo Guedes e Jair Bolsonaro (PSL) será amarga para todo o povo brasileiro, mas ela assume ainda uma forma mais nociva aos trabalhadores rurais, principalmente para as mulheres do campo. Em sua política antipovo, Jair assume com esta reforma o seu compromisso com o empresariado e usurpa a aposentadoria do brasileiro.

Atualmente, os critérios de aposentadoria são 55 anos para as mulheres e 60 anos para os homens. Com a reforma, homens e mulheres precisam trabalhar até os 60 anos e a contribuição mínima, que hoje é de 15 anos, passa a ser de 20.

Ou seja, tanto homens quanto mulheres precisarão contribuir 5 anos a mais para alcançar a aposentadoria e as trabalhadoras tiveram um aumento de também 5 anos na idade mínima.

Outra mudança, que afeta diretamente o bolso dos trabalhadores rurais, é a necessidade do pagamento de alíquota. Atualmente, a contribuição é de 2,3%, que normalmente é paga pelas empresas que adquirem a produção, sejam intermediários, mercados ou órgãos estatais. O produtor hoje só precisa recolher ele mesmo o imposto quando vende diretamente para o consumidor ou quando vende para outros produtores.

Com a mudança, o trabalhador rural é obrigado a contribuir com R$ 600 ao ano para a Previdência, valor que poderá ser alterado. A reforma, além de burocratizar o pagamento, vai diminuir o número de trabalhadores que contribuem para a aposentadoria, uma vez que ele sempre terá que se deslocar até um posto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para pagar os impostos.

Imagine, agora, um cenário: o trabalhador que vive do campo e eventualmente perde uma colheita terá que contribuir — por conta própria — com R$ 50 de seu orçamento para ter direito à aposentadoria. Se ele mora em uma cidade pequena, precisa ir até o município mais próximo com uma unidade do INSS para fazer o acerto da Previdência.

Se ele não fizer isso todo mês, não trabalhar até os 60 anos e não contribuir por pelo menos 20 anos, ele não receberá sua aposentadoria nos últimos anos de sua vida.

 

Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Padre João promove audiência para debater processo de relicitação da BR–040

A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara dos Deputados (CFFC) discute ne…