Home Portal Notícias Manchetes Frente Parlamentar está mobilizada contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro

Frente Parlamentar está mobilizada contra a Reforma da Previdência de Bolsonaro

5 min read
0

Após barrar a Reforma da Previdência proposta pelo presidente golpista Michel Temer no ano passado, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, coordenada pelo senador Paulo Paim (PT-RS), tem um novo desafio: impedir que a nova proposta de reforma previdenciária, a ser encaminhada pelo governo Bolsonaro à Câmara, tenha êxito.

Em reunião, nesta quarta-feira (6), conduzida também pelo deputado Bohn Gass (PT-RS), a Frente encaminhou que para resistir ao projeto do governo é preciso montar uma estratégia de mobilização no Congresso Nacional, além de organizar encontros estaduais e regionais para debater e confrontar os retrocessos em tramitação no Congresso Nacional, bem como reativar as frentes estaduais e municipais contra a Reforma da Previdência.

Além do enfrentamento, o senador Paulo Paim defende a construção de uma proposta que se contraponha ao modelo apresentado pelo governo Bolsonaro. “Estaremos juntos na frente em defesa da nossa Previdência. Vamos fazer as mobilizações, vamos fazer o bom debate porque não adianta só dizer que sou contra. É ser contra esse regime de capitalização que eles querem implantar que é o fim da previdência pública… Então, qual a intenção da frente? É construir uma proposta, negociar, discutir, dialogar e construir aquilo que seja melhor para o povo brasileiro”, defendeu o senador.

O deputado Zé Neto (PT-BA) endossou a ideia levantada pelo senador Paim. “Essa proposta do Bolsonaro não é a que interessa aos trabalhadores. A gente tem que enfrentar esse debate com a capacidade de apresentar uma proposição que contraponha esse modelo. É esse modelo que está aí? Não é. Então, precisamos formular saídas, propostas para resguardar os direitos dos trabalhadores, porque por trás dessa proposição existem interesses econômicos internacionais, dos grandes fundos”, alertou o deputado.

Previdência Social Rural

O deputado Bohn Gass propôs que Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social incorpore a Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social Rural, por ele coordenada. “O nosso entendimento é que precisamos reforçar a luta da Previdência no campo e na cidade, em vez de termos uma frente parlamentar da área rural. Essa incorporação vai permitir maior capacidade de mobilização e unir os trabalhadores do campo e da cidade para combater essa tragédia de retirada de direitos que está sendo imposta”, afirmou Bonh Gass.

Anúncio

O senador Paulo Paim acolheu a sugestão do deputado Bonh Gass. Assim, a partir de hoje (6), a Frente Parlamentar em Defesa da Previdência Social Rural passa a ser incorporada pela Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social.

No início da reunião, Paim anunciou que vai deixar a coordenação da frente. Ele contou que dirige o colegiado há 32 anos. O senador acredita que está na hora de passar o comando da Frente para um grupo gerenciar os trabalhos. Ele disse ainda que a troca de comando se dará no dia 20 de março, data em que será feito o relançamento oficial da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social.

Benildes Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

CDHM promove debate sobre a parte mais oculta da internet, a deep web

A deep web é uma camada da internet que não pode ser acessada pelos principais meios de me…