Home Portal Notícias “A Vale quer é lucro e não a vida das pessoas”, critica Valmir sobre tragédia em Brumadinho

“A Vale quer é lucro e não a vida das pessoas”, critica Valmir sobre tragédia em Brumadinho

2 min read
0

O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) lamentou a nova tragédia socioambiental envolvendo outra barragem de rejeitos da Vale do Rio Doce. Dessa vez foi a barragem da Mina Feijão, no município de Brumadinho em Minas Gerais, que deixou ao menos 292 pessoas desaparecidas e dezenas de mortos e feridos. Dados apontam que os rejeitos de minério de ferro podem sedimentar o rio, matar animais e vegetação.

“É uma vergonha para o País. Desde a tragédia em Mariana nada foi feito pela empresa para melhorar a segurança das barragens. O que a Vale quer é o lucro e não a vida das pessoas e o meio ambiente. São dezenas de mortos, e quase 300 desaparecidos e um caos ambiental na região. Processos como o de Mariana levam anos na justiça, e isso não ajuda em nada. Para acabar de completar a tragédia, temos um presidente [Bolsonaro] que acha que o Ibama é apenas uma fábrica de multas, é uma vergonha sem tamanho”, dispara Valmir.

A lama da barragem em Minas Gerais atingiu o Rio Paraopeba que abastece a região de Brumadinho. Agora, as comunidades passarão a ser abastecidas pelas represas do Rio Manso, Serra Azul, Várzea das Flores e pela captação a fio d’água do Rio das Velhas, segundo informa a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa). A barragem que rompeu na sexta-feira (25) abrigava rejeitos de minério de ferro, mesmo material da lama de Mariana.

 

Assessoria de Comunicação

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro vai diminuir lista de doenças que dão direito a benefícios no INSS, denuncia Frei Anastácio

O deputado federal Frei Anastácio (PT-PB) denuncia que Bolsonaro prepara mais um ataque co…