Home Portal Notícias #FakeNews – Direita ataca Dilma na tragédia de Brumadinho por decreto que beneficia vítimas

#FakeNews – Direita ataca Dilma na tragédia de Brumadinho por decreto que beneficia vítimas

2 min read
3

A indústria de mentiras que elegeu Jair Bolsonaro presidente segue funcionando para atacar líderes e partidos da esquerda. Neste sábado (26), aproveitando a comoção causada pelo rompimento de uma barragem em Brumadinho (MG), grupos da direita começaram a atacar a ex-presidenta Dilma Rousseff distorcendo a finalidade de um decreto que ela editou em 2015 para beneficiar vítimas de tragédias socioambientais.

O decreto 8.572/2015 foi editado no dia 15 de novembro de 2015, 10 dias após o desastre ocasionado pelo rompimento de uma barragem em Mariana (MG), e incluiu esse tipo de situação como uma das condições que autoriza a liberação dos recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

A ex-presidenta criticou, via Twitter, a ação da direita nas redes. “A má-fé dos que espalham fake news continua a mil, mesmo diante da tragédia de Brumadinho. Em 2015, assinei decreto que considera natural desastres como rompimento de barragens. Isso foi para permitir àqueles atingidos sacar o FGTS para reconstruir suas vidas”, escreveu Dilma.

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), também fez um alerta sobre a mentira. “A fábrica de #fakenews da direita está querendo atacar a presidenta Dilma Rousseff no caso da barragem de Brumadinho com um decreto que BENEFICIA as vítimas desse tipo de acidente ao facilitar o acesso aos recursos do FGTS”, publicou o parlamentar.

Rogério Tomaz Jr.

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro quer esconder crueldade da reforma ao colocar dados da previdência em sigilo, denunciam parlamentares

Diversos integrantes da bancada do PT na Câmara criticaram duramente, neste domingo (21), …