Home Portal Notícias, Notas e Boletins Português Notas Nota do PT: PF de Moro vaza fuxico do Palocci para encobrir Queiroz

Nota do PT: PF de Moro vaza fuxico do Palocci para encobrir Queiroz

5 min read
0

“A Polícia Federal do ex-juiz e ministro Sérgio Moro deveria cobrar explicações da família Bolsonaro ao invés de vazar velhas mentiras de Palocci. Tendo isso em vista, o Partido dos Trabalhadores divulga a seguinte nota:

“O vazamento ilegal (mais um) de depoimento de Antônio Palocci, com falsas acusações ao PT e aos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, mostra que a Polícia Federal, sob o comando de Sérgio Moro, está totalmente a serviço da guerra de Jair Bolsonaro com nosso partido.

O vazamento das mentiras ocorre no dia em que o país cobra explicações à Polícia Federal, ao Ministério Público, ao Ministro da Justiça, ao ministro Luiz Fux, do STF, e à Presidência da República, sobre a milionária movimentação financeira envolvendo a família de Jair Bolsonaro e seu motorista, o ex-assessor legislativo Fabrício Queiroz.

É evidente o objetivo de desviar a atenção do público, das investigações sobre a família Bolsonaro (suspensas sem a menor base legal pelo ministro Fux). E todos percebem de quem é a mão que comanda esse movimento.

Em relação a Antônio Palocci, ficou ainda mais clara sua degradação moral: depois de falar mentiras sobre Lula, para sair da prisão e recuperar milhões, prestou-se também a disseminar intrigas entre os ex-presidentes Lula e Dilma, que lhe confiaram importantes cargos na República. Além de faltar com a verdade e o caráter, Palocci revela-se um fuxiqueiro.

As candidaturas e os governos de Lula e Dilma foram lealmente respaldados pelo Partido dos Trabalhadores, que há muito não reconhece Palocci como um de seus integrantes. E o PT refuta todas as mentiras que ele faz, sem nenhuma prova.

Em buscar de escapar da prisão e recuperar sua fortuna – a respeito da qual a Lava Jato jamais o investigou – Palocci envolveu dois de seus motoristas em suas mentiras. Ocorre que nenhum desses trabalhadores comprovou a mentira do ex-chefe, sobre supostas entregas de dinheiro.

Bem diferente do ex-motorista Queiroz, que movimentou 1,2 milhão em um ano, incluindo um cheque de R$ 24 mil para a mulher de Jair Bolsonaro. E isso está comprovado em relatório do Coaf, diferentemente das caixinhas e envelopes cujo conteúdo os ex-motoristas de Palocci não confirmam.

Sérgio Moro tem a obrigação de explicar o vazamento de uma delação falaciosa de Palocci, que ele mesmo recusou quando era juiz da Lava Jato.

O que a sociedade brasileira exige hoje não são os fuxicos de Palocci, mas um esclarecimento sobre os desvios, intrigas e disputas no condomínio de Bolsonaro.

 

Gleisi Hoffmann

Presidenta Nacional do Partido dos Trabalhadores”

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Em novo diálogo, revelado por Veja, Deltan fala de encontros fortuitos com Gebran do TRF4

O procurador Deltan Dallagnol comenta em um chat com outros colegas do MPF: “O Gebran tá f…