Home Portal Notícias Classe média será foco de reforma da Previdência bolsonarista

Classe média será foco de reforma da Previdência bolsonarista

3 min read
0

A proposta de mudança da Previdência de Jair Bolsonaro e sua equipe econômica, capitaneada por Paulo Guedes, traz diversas maldades para os trabalhadores brasileiros, como o aumento da idade mínima. Porém, a classe média pode ser a mais afetada, uma vez que a mudança estrutural, com o regime de capitalização, valerá apenas para quem ganha acima de R$ 4.055,82 em 2030, segundo informou o Globo.

Pela proposta bolsonarista, o valor que determina se o contribuinte se enquadra no sistema de capitalização irá diminuindo ao longo dos anos, até ficar em R$ 3.284,27, no ano de 2040. Segundo o IBGE, em novembro de 2018, o rendimento médio do trabalhador brasileiro era de R$ 2.238.

Atualmente a lógica o sistema na Previdência é da repartição, pela qual os trabalhadores que pagam agora estão bancando as aposentadorias daqueles que já contribuíram. O sistema recebe aporte também dos empregadores e do Estado.

Pelo sistema de capitalização, o trabalhador precisa depositar uma porcentagem do salário o em uma espécie de caderneta de poupança, o que acarreta a cobrança de taxas de administração. No Chile, onde o sistema foi implementado no governo Pinochet nos anos 1980, 90% dos aposentados recebe aproximadamente metade de um salário mínimo.

No Brasil, a proposta bolsonarista tem ainda mais um adendo, com o sistema misto. Um trabalhador que por exemplo receba salário de R$ 5.000 em 2030, recolheria para o regime de repartição em cima do valor de até R$ 4.055,82, e teria de contribuir para a capitalização em cima do restante da renda (R$ 944,18).

Agência PT de notícias, com informações do Globo

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Parlamentares cobram de Raquel Dodge apuração sobre possível formação de quadrilha do clã Bolsonaro

Parlamentares do Partido dos Trabalhadores protocolaram representação junto à Procuradoria…