Home Portal Notícias Manchetes Na Espanha, líder do PT sugere frente parlamentar internacional em defesa da democracia

Na Espanha, líder do PT sugere frente parlamentar internacional em defesa da democracia

5 min read
0

Em uma série de encontros com parlamentares e representantes do Podemos, na Espanha, o líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), discutiu iniciativas comuns em defesa da democracia. Na manhã desta sexta-feira (4), ele se reuniu com o senador Ramon Espinar, secretário-geral do Podemos de Madrid, no Senado de Madrid. Eles conversaram sobre a necessidade de construir um futuro baseado em liberdades, democracia e direitos coletivos. “Todos acompanham preocupados o avanço do conservadorismo e das ideias reacionárias no Brasil e no mundo”, afirmou Pimenta.

Depois, em Toledo, o líder do PT se reuniu com o segundo vice-presidente do governo e secretário-geral regional do Podemos na região de Castilha la Mancha, José García Molina. Eles discutiram sobre a criação de uma Rede Internacional de Parlamentares Progressistas em defesa da democracia. A rede será composta por parlamentares de diferentes regiões do mundo, com o objetivo de defender princípios, valores e mecanismos da democracia.

Pimenta e Molina conversaram sobre o avanço da extrema direita no Brasil e no mundo. “Eu penso que nós podemos desempenhar um papel importante nesta rede”, afirmou o representante do Podemos, informando que recebe muitas mensagens de todo o mundo que dizem que na Espanha ainda há “esperança e uma força que defende a democracia em um momento de virada autoritária”.

Paulo Pimenta destacou a sua preocupação com o governo Bolsonaro, ultraconservador e que já anunciou em poucos dias muitas medidas que atacam aos direitos e garantias individuais da maioria da população. “O Brasil vive hoje uma situação muito delicada, e a nossa preocupação é com esse avanço reacionário da extrema direita, que não é uma situação que envolve só o Brasil. Nós temos sinais de movimentos em diversas partes do mundo que constrói um discurso autoritário, conservador, reacionário, que atenta contra os direitos civis, políticos, econômicos, sociais, e que atingem a democracia”.

O líder do PT reforçou que é preciso cada vez mais encontrar parceiros para criar um movimento internacional em defesa da democracia. “Queremos muito construir esse diálogo no sentindo de buscar uma identidade e também para furar uma barreira enorme que existe de informação. Estamos aqui semeando uma ideia que poderá dar frutos”, argumentou.

Paulo Pimenta sugeriu, inclusive, que fosse realizado um debate em Toledo com parlamentares da Europa, América do Sul, América Central, Ásia e África. “Queremos reunir parlamentares de diferentes países do mundo que compartilham nossas preocupações e estão dispostos a entrar em convergência para aprender e trabalhar pela defesa da democracia”.

Direto de Toledo – Espanha, com Jose Garcia Molina, Vice-presidente segundo da região Castilla-La Mancha. Liderança do Podemos no país.

Posted by Paulo Pimenta on Friday, January 4, 2019

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Câmara aprova fim da Lei de Segurança Nacional e criminaliza ataques ao Estado Democrático de Direito

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei (PL 6764/02), que revoga a Lei de Seguranç…