Home Portal Notícias Lula diz que o Brasil precisa do PT na luta pelos direitos do povo

Lula diz que o Brasil precisa do PT na luta pelos direitos do povo

7 min read
0

Depois de visitar o ex-presidente Lula nesta quinta-feira (3), em Curitiba, a presidenta do PT nacional, senadora Gleisi Hoffmann (PR), afirmou que o ex-presidente está muito preocupado com a redução do salário mínimo, com as políticas sociais e com a reestruturação administrativa anunciada por Bolsonaro, que acaba com estruturas para as populações mais carentes. “Lula tem consciência do seu papel e do papel do PT e destacou que seremos a voz do povo nesta luta na defesa de direitos”.

Gleisi disse que o governo Bolsonaro já demonstrou que governará para o agronegócio, para a elite. “É um governo que fala em ódio e retirada de direitos. Não apresenta medidas para sair da crise, quando a maioria precisa de emprego e renda. Por isso, vamos deixar claro de que lado nós estamos: do lado do povo”. A senadora disse que essa é uma das recomendações do ex-presidente Lula. “Ele reforçou que a luta para melhorar a vida do povo sempre foi a razão para ele existir e nos alertou que o Brasil nunca precisou tanto de nós”, completou.

Lula mais uma vez mandou um recado para que a militância ande de cabeça erguida. “Ele enfatizou que temos condições de andar de cabeça erguida, já governamos e temos um legado importante”, disse Gleisi citando que nos governos do PT houve geração recorde de empregos, aumento de renda, política educacional inclusiva e a vida do povo mais pobre melhorou com o Minha Casa Minha Vida, com o Luz e Água para Todos.

Salário Mínimo – Gleisi assegurou que vai ter uma jornada de luta, de disputa de ideias e de resistência. “Mas estamos preparados”. Ela informou que já apresentou um projeto de decreto legislativo para sustar o decreto de Bolsonaro que reduz o valor do salário mínimo. “Espero que o Congresso Nacional, que deu um reajuste de 16% para o judiciário, tenha a dignidade e faça essa correção”.

Questionada sobre o discurso do novo governo sobre “despetizar o País”, Gleisi disse que é retórica e palanque. “Eles têm que dizer é quais são as medidas que o governo vai adotar para gerar emprego e renda para melhorar a vida do povo brasileiro. Até agora eles não apresentaram uma política econômica consistente. Não adianta ficar fazendo discursos verborrágicos contra um inimigo que eles criaram. Eles ganharam a eleição e vão fazer o que com o Brasil? Vão continuar brigando com o PT?”, provocou.

Comitê Lula Livre –  A presidenta do PT falou ainda que será reforçada a campanha pelos comitês Lula livre. “Vamos criar comitês em todo o Brasil, vai ser a luta pela libertação de Lula e pela manutenção de direitos do povo brasileiro”. Ela disse ainda que tem esperança de ver Lula livre em breve.

Ela explicou que existem duas oportunidades para isso, uma no Superior Tribunal de Justiça (STJ), que deverá julgar, logo após o recesso, o mérito do processo que o condenou no caso do tríplex. “Nesse caso, se for julgado à luz do que o Supremo Tribunal Federal já resolveu, inclusive no meu julgamento, Lula será absolvido porque a Suprema Corte decidiu que delação sem prova não pode condenar. O processo do Lula é uma delação, não tem nenhuma prova”, afirmou.

A segunda oportunidade é o julgamento de uma Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) que contestam entendimento da Corte e podem rever a possibilidade de prender alguém após condenação em segunda instância. O julgamento está marcado para abril e Gleisi Hoffmann ressaltou que a maioria do STF já se posicionou contra a prisão em segunda instância.

“Eu aguardo com muita esperança, mas uma esperança cética. Isso não pode reduzir a nossa capacidade de luta política, porque Lula é preso político. Ele foi preso para não ser presidente outra vez. Eles sabem que quem fala com o povo se chama Lula, por isso não podemos deixar a luta política”, pediu.

A ex-presidente Dilma Rousseff também participou da visita ao ex-presidente Lula nesta quinta-feira.

Vânia Rodrigues

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia

Boletim 576 – Comitê Popular em Defesa de Lula e da Democracia Direto de Curitiba – 19/9/2…