Home Portal Notícias Outras notícias Meio ambiente: Bolsonaro expõe Brasil a vexame internacional, diz Nilto Tatto

Meio ambiente: Bolsonaro expõe Brasil a vexame internacional, diz Nilto Tatto

4 min read
0

Em nota, o secretário de Meio Ambiente do Partido dos Trabalhadores, deputado Nilto Tatto (SP), critica as posições do presidente eleito, Jair Bolsonaro, pelo seu desprezo com a agenda ambiental. Nesta semana, o ‘Capitão’ disse que o Brasil não vai mais sediar a Conferência do Clima das Nações Unidas de 2019, a COP-25. Para Bolsonaro, o aquecimento global é uma “trama marxista”.

 

Leia a nota na íntegra:

 

NOTA – BOLSONARO E O DESPREZO PELA AGENDA AMBIENTAL

O deputado Nilto Tatto (SP), Secretário de Meio Ambiente do Partido dos Trabalhadores, lamenta mais uma decisão estapafúrdia do ‘Capitão’ – que ainda não assumiu a Presidência da República -, mas já deixa um rastro de destruição com suas ações.

A decisão não surpreende.

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), vinha expressando permanentemente o seu desprezo pela agenda ambiental. Chegou a dizer que o Brasil sairia do Acordo de Paris, um conjunto de compromissos fundamentais para a sobrevivência das novas gerações.

Agora, ao abrir mão de sediar a Conferência do Clima das Nações Unidas de 2019, a COP-25, Bolsonaro abdica do protagonismo numa das áreas onde o Brasil se tornou referência mundial, e confirma a sua convicção de que o “aquecimento global é uma trama marxista”.

Assim, por decisão assumida de forma unilateral, rompe compromissos e expõe o País a um vexame internacional sem precedentes.

Ao alegar “dificuldades orçamentárias”, o Itamaraty comunicou à ONU a desistência da candidatura, pela qual lutou durante um ano, período em que o Ministério das Relações Exteriores se dedicou a aprovar a candidatura.

Desde 1992, quando sediou a primeira conferência climática no âmbito da ONU, a Eco-92, o País destaca-se na liderança do bloco das nações em desenvolvimento e, particularmente, nos últimos anos, nos governos de Lula e Dilma tornou-se, na arena global, uma das vozes mais respeitadas quando se trata do desenvolvimento sustentável.

As decisões do presidente eleito representam prejuízos insanáveis para o Brasil e para o mundo.

 

Brasília, 30 de novembro de 2018

Nilto Tatto

Deputado Federal (PT-SP) e Secretário de Meio Ambiente do Partido dos Trabalhadores (PT)

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Juiz bolsonarista faz ataque ilegal a advogado de Lula

Em nota divulgada na tarde desse domingo (20), o PT denuncia bloqueio ilegal das contas do…