Home Portal Notícias Desigualdade social aumentou e pode aumentar ainda mais, protesta Benedita

Desigualdade social aumentou e pode aumentar ainda mais, protesta Benedita

2 min read
0

O brasileiro ficou mais pobre e o Brasil está mais desigual nos últimos dois anos e podem experimentar, num futuro próximo, o agravamento dessa situação, com mais desigualdade e concentração de renda. Esse foi o alerta feito em plenário pela deputada Benedita da Silva (PT-RJ), nesta terça-feira (27), ao analisar os dados divulgados pela organização não governamental Oxfam Brasil.

“Em apenas um ano, entre 2016 e 2017, o número de pobres cresceu 11%, atingindo 15 milhões de brasileiros. Para se ter ideia da absurda concentração de renda no Brasil, o rendimento médio do 1% mais rico é 36,3 vezes maior que o dos 50% mais pobres. Pela primeira vez desde 1990, o Brasil registrou alta na mortalidade infantil, que subiu de 13,3 mortes em 2015 para 14 mortes por mil habitantes em 2016”, detalhou.

Benedita destacou também o crescimento do abismo salarial entre homens e mulheres; e entre negros e brancos. “Em 2016, as mulheres ganhavam 72% do que ganhavam os homens. Essa proporção caiu para 70%, em 2017. A diferença salarial entre negros e brancos também aumentou: em 2016, os negros ganhavam 57% dos rendimentos médios de brancos, mas o percentual caiu para 53%, em 2017”, comparou.

Para a deputada, o mais preocupante é que o futuro governo de extrema direita traz como perspectiva a possibilidade de “esmagar ainda mais a condição social do povo”. “Ao povo brasileiro e às forças democráticas, a única alternativa que resta é lutar para resgatar os direitos e a soberania nacional, na busca de conquistar um regime de justiça social e igualdade racial e de gênero”, conclamou Benedita da Silva.

 

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota do PT sobre a prisão de Michel Temer e Moreira Franco

O Partido dos Trabalhadores espera que as prisões de Michel Temer e de Moreira Franco, ent…