Home Portal Notícias Manchetes Paulão rebate “general de pijama” que afronta nordestinos ao chamar região de “centro de roubalheira”

Paulão rebate “general de pijama” que afronta nordestinos ao chamar região de “centro de roubalheira”

5 min read
0

O deputado Paulão (PT-AL) manifestou em plenário, na quarta-feira (21), sua indignação e repúdio com a afirmação do futuro ministro do Gabinete de Segurança Institucional do governo Bolsonaro, general da reserva Augusto Heleno, de que o “Nordeste é o grande centro de roubalheira do País”. Para o deputado a frase é forte e muito grave. “Isso atinge esta Casa e não é um problema somente de um partido, é de um segmento fundamental que representa o País que é a Região do Nordeste”, lamentou Paulão.

Na avaliação do deputado do PT alagoano, a Câmara Federal deveria inclusive emitir uma nota, protestando contra a postura “inconsequente e irresponsável” do general aposentado que vai assumir o Gabinete de Segurança Institucional, quando ele faz uma rotulação de que o Nordeste é o centro da roubalheira. “Qual estatura moral o general Augusto Heleno tem para falar da região do Nordeste? Será retaliação, devido ao último processo eleitoral em que o Nordeste foi a cidadela da resistência?”, questionou.

Paulão reforçou que lamentava o fato de a Câmara não seguir o exemplo do Senado, “que teve altivez”, com o exemplo dos senadores Armando Monteiro, Tasso Jereissati e Lídice da Mata, que registraram protesto contra as declarações do general Heleno. “Infelizmente se faz silêncio nesta Casa”, reclamou.

O deputado cobrou ainda do coordenador da bancada do Nordeste, Júlio César (PSD-PI), uma atitude em defesa da população nordestina. “É fundamental que se coloque em debate esse tema e apresente uma nota de repúdio com rapidez. O que está em jogo é a democracia”, alertou. De acordo com Paulão, se a Câmara não tiver coragem de enfrentar esse “general e ficarmos cabisbaixos, a ditadura será implantada como no passado”.

Na avaliação do parlamentar, o general Heleno não esqueceu o período da ditadura militar. “Ele tem resquícios profundos e não terá respeito pelo Poder Legislativo, porque uma parte desse grupo que estará no governo entende que o futuro é fazer a antipolítica e não irá respeitar o Poder Legislativo, não irá respeitar o Poder Judiciário.”.

O deputado, antes de encerrar, reforçou que repudia com veemência a afirmação do general Heleno. “Ele será responsável pelo Gabinete de Segurança Institucional, tem um papel estratégico na segurança. Se ele faz uma frase com este conteúdo, imagine como ele, no governo irá tratar os movimentos sociais?”.

“Então, deixo aqui este registro em plenário e espero que esta Casa tenha a estatura, tenha a coragem de divulgar uma nota de repúdio contra esse general de pijama, que não tem moral para falar da região Nordestina”, concluiu Paulão.

 

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Lula: “Guedes e Heleno mostram a desqualificação do governo Bolsonaro”

247 – Em entrevista ao jornalista Jamil Chade, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da S…