Home Portal Notícias Brasil vira chacota internacional com escolha de Bolsonaro para comandar Itamaraty

Brasil vira chacota internacional com escolha de Bolsonaro para comandar Itamaraty

4 min read
0

A escolha do embaixador Ernesto Araújo para chefiar o ministério das Relações Exteriores no governo de Jair Bolsonaro tem assustado a imprensa internacional e colocado o Brasil como alvo de chacotas e achincalhamentos.

As críticas não estão relacionadas ao fato de a escolha do futuro chanceler ter ocorrido após indicação de um autointitulado filósofo sem formação acadêmica – Olavo de Carvalho, guru ideológico da família Bolsonaro – ou ainda porque o novo chefe da diplomacia brasileira é um servidor do terceiro escalão do Itamaraty (é chefe do Departamento de Estados Unidos, Canadá e Assuntos Interamericanos). A cobertura negativa tem se dado fundamentalmente pelas ideias “exóticas” do novo chanceler, expressadas em seu blog de militância político-partidária (https://www.metapoliticabrasil.com).

No caso do diplomata Ernesto Araújo, inúmeros textos de orientação de extrema-direita com toques de fanatismo religioso podem ser lidos no blog. Lá é possível ver que o futuro ministro defende o alinhamento servil do Brasil aos interesses norte-americanos, além de uma idolatria ao presidente Donald Trump, tratado pelo diplomata como uma espécie de “Redentor dos Valores Ocidentais”.

São constantes no blog também os ataques a um suposto “marxismo cultural” que pretende dominar os destinos da humanidade. Também causa espanto a comunidade internacional a negação de evidências científicas como o fenômeno de mudanças climáticas, denunciado por Araújo como um “dogma” oriundo de uma “perversão da esquerda”.

Confira abaixo a repercussão internacional sobre a escolha e as ideias do chanceler de Bolsonaro:

The Guardian (Inglaterra): Novo ministro brasileiro acredita que mudança climática é uma conspiração marxista

 

La Nacion (Argentina): Ernesto Araújo, anti-globalista e anti-marxista, é o chanceler escolhido por Jair Bolsonaro

 

Clarín (Argentina): Um artigo do futuro chanceler de Jair Bolsonaro sobre Europa gera cautela na UE

 

Clarín (Argentina): Futuro chanceler do Brasil, Ernesto Araújo é um diplomata conservador e ferrenho crítico da globalização

 

El País (Espanha): Ernesto Araújo, o chanceler de Bolsonoro que se espelha em Trump

 

Público (Portugal): Ministro das Relações Exteriores de Bolsonaro é diplomata e “trumpista”

 

Reuters (Inglaterra): Diplomatas reagem mal à indicação de Araújo ao Itamaraty e apontam quebra de hierarquia 

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PIB cai 1,5% e fracasso, enfim, sobe à cabeça de Guedes

Ministro da Economia admite agora que economia brasileira não vinha bem. “A impressão que …