Home Portal Notícias Manchetes Wadih Damous: Fux praticou “tocaia judicial” e afrontou democracia ao censurar Lula e Folha

Wadih Damous: Fux praticou “tocaia judicial” e afrontou democracia ao censurar Lula e Folha

2 min read
0

O deputado federal Wadih Damous (PT-RJ) usou a sua conta no Twitter para protestar contra a decisão de Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), de censurar o jornal Folha de S. Paulo e proibir entrevista com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Fux fez tocaia judicial e passou uma rasteira no presidente do Supremo e na Constituição”, criticou Wadih Damous. O parlamentar disse ainda que “ao censurar Lula e a imprensa Fux aderiu a Bolsonaro. É um escândalo sem precedentes na história do Supremo. Que o ministro Toffoli afirme a sua autoridade e revogue a bravata fascista”.

Ditadura- Luiz Fux concedeu uma liminar na noite desta sexta-feira (28) suspendendo a divulgação de entrevista com o ex-presidente Lula, como se o Brasil estivesse em plena ditadura. Anteriormente, um pedido de entrevista com Lula foi feito pela Folha de S.Paulo e havia sido deferido por Ricardo Lewandowski, do mesmo STF, na sexta-feira. Ou seja, Fux suspendeu decisão de um outro ministro do STF, embora não tenha poder para isso, pois, conforme juristas, a decisão de Lewandowski só poderia ser derrubada pelo plenária da Suprema Corte.

A liminar pedindo a suspensão da entrevista foi protocolada pelo Partido Novo. Fux determinou que Lula “se abstenha de realizar entrevista ou declaração a qualquer meio de comunicação, seja a imprensa ou outro veículo destinado à transmissão de informação para o público em geral”.

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Petistas apresentam projeto para sustar portaria de Bolsonaro que retira mais de R$ 83,9 milhões do Bolsa Família

O líder da Bancada do PT na Câmara, Enio Verri (PT-PR), e o deputado Bohn Gass (PT-RS) apr…