Home Portal Notícias Senadora Gleisi vence mais uma ação contra ofensas e calúnias na internet

Senadora Gleisi vence mais uma ação contra ofensas e calúnias na internet

5 min read
0

A senadora e presidenta nacional do Partido dos Trabalhadores, Gleisi Hoffmann (PR), acaba de vencer mais uma ação na Justiça contra autores de ofensas, calúnias, difamações e pela postagem de notícias falsas (as chamadas ‘fake news’) contra ela, divulgadas em veículos de informação e na internet. Desta vez, o jornal Correio de Santa Maria, do Distrito Federal, teve de se retratar publicamente pela reprodução de ofensas dirigidas à senadora da República.

O jornal publicou retratação em seu site e pagará indenização por danos morais, que será revertida em favor de cooperativa de catadores de materiais recicláveis da região de Curitiba.

Diz o termo de retratação que foi publicado no site do jornal: “Republicamos em nossa página matéria (de uma fonte) com conteúdo ofensivo a senhora senadora Gleisi Hoffmann, por meio do qual divulgamos informações inverídicas. Na referida matéria propagamos adjetivos vulgares e misóginos e citamos atributos físicos da senadora Gleisi Hoffmann. Reconhecemos, hoje, que tais ofensas, além de macular a idoneidade privada e pessoal da senhora Gleisi Hoffmann, atingem também as mulheres em geral, pois, contribuem para banalizar o machismo, a misoginia e a violência do gênero. Neste momento, assumimos a responsabilidade e reconhecemos as consequências de que nosso ato, que extrapolou a liberdade de expressão.

Na retratação, ainda, a empresa reconhece que errou ao reproduzir matéria que em nada contribui para a coletividade e que extrapola a liberdade de expressão. “Manifestamos nosso profundo lamento pelo ocorrido e pedimos desculpas e nos solidarizamos à Senhora Senadora Gleisi Hoffmann pelos danos acusados à sua honra e de sua família, bem assim, a todas as pessoas que se sentiram ofendidas em face da veiculação da desonrosa matéria”.

De acordo com os advogados da senadora, do Escritório Aragão e Ferraro Advogados “considerando a exposição injuriosa, caluniosa e difamatória a que fora submetida a senadora Gleisi, que possui um alcance incalculável, dada a sua divulgação por meio de página eletrônica, para que todos os objetivos da reparação civil sejam alcançados, bem como seja dirimido o dano, entende-se necessária a obrigatoriedade de divulgação de termo de retratação pública além de indenização por danos morais, para mitigar os danos sofridos pela vítima, condenar o autor da prática do ato ilícito lesivo e dissuadir o cometimento de novos atos ilícitos”.

De acordo com os termos do acordo celebrado entre a senadora e o jornal no 3º Juizado Especial Cível de Brasília/DF, o jornal Correio de Santa Maria se comprometeu a reestabelecer a verdade dos fatos e a pagar indenização por danos morais no valor de R$ 2.000.00 (dois mil reais), que será revertido em favor da Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis de Curitiba e Região Metropolitana – Catamare.

 

Veja o texto original da retratação, publicada no site do jornal de Santa Maria:

https://correiodesantamaria.com.br/noticia/6749/retratacao-publica

 

Da Agência PT de Notícias

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Renda dos trabalhadores cai 20% e inflação de alimentos aumenta

Completa ausência de medidas da área econômica do governo eleva preços de produtos como ól…