Home Portal Notícias Com o voto do PT, Câmara aprova projetos que avançam na qualidade da educação

Com o voto do PT, Câmara aprova projetos que avançam na qualidade da educação

3 min read
0

O plenário da Câmara aprovou nesta terça-feira (7), com o apoio da Bancada do PT, três projetos de lei que avançam na melhoria da qualidade da educação brasileira. O primeiro, o PL 1287/11 da deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), estabelece diretrizes para a valorização dos profissionais da educação escolar básica pública. O texto aprovado estabelece parâmetros para a elaboração do plano de carreira de professores, técnicos e outros trabalhadores da área. “É um avanço, mas para a efetiva implantação da proposta é necessário revogar a Emenda Constitucional 95, que congelou gastos públicos”, defendeu o deputado Ságuas Moraes (PT-MT), autor de projeto que tramitou apensado ao PL 1287.

O deputado Pedro Lula Uczai (PT-SC) também defendeu a revogação da Emenda 95 e destacou que o projeto é importante porque nem todos os estados e municípios estão honrando o piso salarial dos professores. “As diretrizes para a elaboração de um plano de carreira é um passo importante para a melhoria salarial, mas é fundamental também garantir as condições para que haja aperfeiçoamento profissional”, enfatizou.

Merenda escolar – O outro projeto aprovado, o PL 6852/13, modifica a lei do Programa de Alimentação Escolar (Lei 11.947/09) para determinar aos estados, aos municípios e ao Distrito Federal que, além de propiciarem as instalações físicas e os recursos humanos necessários ao funcionamento dos conselhos de alimentação escolar, também destinem a eles os recursos financeiros fundamentais para o funcionamento adequado.

Notificação de faltas – Foi aprovado ainda o PL 6137/13, da deputada Keiko Ota (PSB-SP), que obriga os estabelecimentos de ensino a notificar o Conselho Tutelar quando as faltas escolares de determinado aluno atingirem 30%. Atualmente, essa notificação somente é feita quando o índice de faltas atingir 50% do permitido na legislação (Lei de Diretrizes e Bases da Educação – 9.394/96).

Os projetos agora seguem para apreciação do Senado.

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Netos de Gonzagão divulgam ‘nota de nojo’ ao governo Bolsonaro

Em nota assinada por Amora Pêra, Nanan Gonzaga e Daniel Gonzaga, os netos de Luiz Gonzaga …