Home Portal Notícias Lula Livre Pesquisa após manobra que impediu libertação de Lula mostra petista isolado na liderança

Pesquisa após manobra que impediu libertação de Lula mostra petista isolado na liderança

5 min read
0

A primeira pesquisa de intenção de voto para a corrida presidencial realizada após o descumprimento da ordem judicial que ordenava a libertação do ex-presidente Lula da prisão, no último domingo (8), aponta o petista novamente isolado na disputa, dessa vez alcançando o maior patamar em um mês. Divulgada pelo site Infomoney nesta sexta-feira (13), a pesquisa semanal encomendada pela XP Investimentos (maior corretora do País no mercado financeiro) e feita pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipesp), aponta Lula com 30% das intenções de voto.

Segundo o levantamento, Lula cresceu dois pontos percentuais em relação à pesquisa da semana anterior. A amostragem foi realizada entre os dias 9 (segunda-feira) e 11 (quarta-feira) de julho.

De acordo com o Infomoney essa foi a terceira vez que o ex-presidente atingiu a marca de 30% na série de pesquisas XP/Ipesp, iniciada em maio. Atrás de Lula aparece Jair Bolsonaro (PSL), com 20% das intenções de voto, mesmo patamar da semana anterior. Entre os outros candidatos melhores colocados, Marina Silva (Rede) tem 10%, enquanto Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) aparecem com 7% cada. Brancos, nulos e indecisos somam 15%.

Para o deputado Sibá Lula Machado (PT-AC), mesmo após as manobras para impedir a libertação de Lula ficou demonstrado que o apoio popular ao ex-presidente é sólido e tende a aumentar.

“Para nós é uma satisfação termos o presidente Lula na liderança da disputa eleitoral. Isso prova que o ex-presidente é um fenômeno político neste País. Enquanto as forças da direita, com apoio de parte do judiciário e da mídia, torciam pela desgraça do Lula após o descumprimento do alvará de soltura dele, menos de uma semana depois fica comprovado, por uma pesquisa de uma instituição financeira, que Lula está mais forte do que nunca. É com o povo que vamos tirá-lo da prisão e colocá-lo no (Palácio do) Planalto novamente”, afirmou.

Na simulação de disputa em segundo turno entre Lula e Bolsonaro, o petista aparece à frente, com 40% a 33%, acima do limite máximo de margem de erro. Nesse caso, a pesquisa aponta 27% de intenção de votos brancos, nulos e indecisos.

Transferência de voto – Mesmo quando o nome de Lula não aparece nas simulações, fica comprovado na pesquisa a força de transferência de voto do ex-presidente. O ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT), incluído em um cenário no lugar de Lula, salta de 2% nas intenções de voto para 12% com a simples menção de que seria o nome apoiado pelo ex-presidente.

 

Héber Carvalho com informações do Infomoney

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

PT é totalmente contrário à retirada de recursos da saúde e educação para aumentar fundo eleitoral, afirma Pimenta

O líder do PT na Câmara, Paulo Pimenta (RS), afirmou hoje (10) que a bancada do partido é …