Home Portal Notícias Erika defende participação da Caixa Econômica no leilão para administrar loteria instantânea

Erika defende participação da Caixa Econômica no leilão para administrar loteria instantânea

4 min read
0

A deputada Erika Lula Kokay (PT-DF) denunciou em plenário, nesta segunda-feira (25), ações do governo ilegítimo de Temer para “dilapidar e enfraquecer” a Caixa Econômica. Ela citou como exemplo a Medida Provisória 841/18, editada no dia 12 de junho, que direciona parte da arrecadação das loterias federais para o Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP). “Este governo privatizou a loteria instantânea e vai fazer um leilão para essa privatização na próxima semana. E o mais grave, proibiu a Caixa Econômica de disputá-lo”, indignou-se.

A parlamentar destacou a competência e a experiência da Caixa na administração das loterias. “Não existe nenhuma empresa com mais inteligência e competência que a Caixa, mas ela está impedida, proibida de disputar o edital para gerir a loteria instantânea, que representa 60% da arrecadação das loterias, isso é um absurdo”, protestou.

“A quem se entregará a loteria instantânea?”, questiona a deputada, especulando que  provavelmente para empresas dos Estados Unidos, Portugal ou Espanha. “Mas não brasileiras! Isso é inaceitável!”. Ela informou que fez uma emenda à MP 841 para permitir que a Caixa dispute o leilão das loterias.

Além disso, a parlamentar anunciou que está convidando a presidenta do Conselho de Administração da Caixa Econômica Federal, Ana Paula Vitali Janes Vescovi, para que ela explique por que querem uma Caixa que não seja 100% pública. “Ao abrir seu capital, ela terá a ingerência daqueles que só pensam no lucro em detrimento da função absolutamente essencial que a Caixa tem”, argumentou.

A deputada citou que a Caixa Econômica é responsável por 3,3 milhões de unidades habitacionais. Foram mais de 4,5 milhões contratadas. Entre 2010 e 2016, foram entregues mais de 1.200 casas por dia pela Caixa Econômica, que é responsável por 70% do crédito imobiliário. Em relação a crédito imobiliário de baixa renda, a Caixa representa muito mais do que 90%.

“Esta é a Caixa do povo brasileiro, esta é a empresa que o governo Temer busca dilapidar e fazer com que não cumpra sua função social”, criticou. Ela acrescentou que é um governo que tem “compromisso nítido com o sistema financeiro privado”.

Em defesa dos Correios – O deputado Leonardo Lula Monteiro (PT-MG), coordenador da Frente Parlamentar em Defesa dos Correios, também criticou o sucateamento da Caixa e o fechamento de agências no Brasil inteiro. Ele convida os parlamentares para audiência pública que será realizada nesta terça-feira (26), às 14h, na Comissão de Trabalho, que discutirá exatamente o fechamento dessas agências.

Vânia Rodrigues

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Nota do Partido dos Trabalhadores: Justiça que tarda não é justiça

Ao retirar da pauta de julgamentos o pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula contra …