Home Portal Notícias Lula Livre Lula recebe parlamentares e reafirma candidatura à Presidência da República

Lula recebe parlamentares e reafirma candidatura à Presidência da República

13 min read
0

Na manhã desta terça-feira (29), parlamentares da Comissão Externa da Câmara dos Deputados estiveram com o ex-presidente Lula, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Todos foram unânimes em afirmar, ao final do encontro, que Lula está indignado com a sua injusta prisão, mas que não guarda ódio no coração, pelo contrário, diz que tem muita esperança em reverter a sua condenação. Lula reafirmou que está à disposição para ser o candidato do Partido dos Trabalhadores à Presidência da República nas eleições deste ano.

O coordenador da Comissão, deputado Paulo Lula Pimenta (RS), afirmou que Lula goza de bom estado de saúde dentro das condições oferecidas a ele na cela onde está detido. O ex-presidente pratica atividades físicas regulares e tem dedicado tempo a leituras e estudos. “Ele está informado de tudo o que acontece no Brasil”, comentou Paulo Pimenta. Lula está indignado pelo fato de ser preso sem ter cometido crime. “Lula não tem ódio, mantém a consciência tranquila de sua inocência. Sabe que nos tribunais superiores será inocentado, pois não há provas contra ele”, destacou Paulo Pimenta.

Em inspeção na carceragem da PF, os parlamentares do PT, PC do B, PDT, PSB e Avante constataram que Lula acompanha a grave crise que o País enfrenta. “A população tem enorme expectativa daquilo que Lula pode fazer pelo Brasil, de pensar o País para aqueles que mais precisam”, disse Paulo Pimenta.

Lula respeita os demais candidatos dos partidos de esquerda e centro-esquerda, do campo popular, que disputarão as eleições presidenciais neste ano. No entanto, conforme Paulo Pimenta, ele reafirma que seu nome está à disposição do PT. “O presidente sabe que seu nome será registrado no dia 15 de agosto. E estamos construindo o nosso programa de governo e debatendo a política de alianças”, explicou Paulo Pimenta.

O líder da Bancada do PT na Câmara ainda frisou que Lula pediu para agradecer a todos os brasileiros que colocam nome dele em suas orações. “Ele é muito grato a toda essa generosidade, e agradece pela confiança e pelo carinho do povo. Ele logo estará conosco para se dedicar à atividade política para construirmos um País melhor. Saio entusiasmado, convicto que Lula tá se preparando e tá voltando”, avisa Paulo Pimenta.

A deputada Benedita Lula da Silva (PT-RJ) disse que é um crime o que fizeram com o presidente Lula. “Estou emocionada por conhecer o que é um sistema prisional, que tira a alegria do rosto, a paz do coração, principalmente quando se é um preso político. É um crime o que fizeram contra ele. Não tem prova, não há crime e ele está condenado”, disse, indignada.

Ao mesmo tempo, Benedita diz que encontrou um homem forte e alegre. Lula pediu para agradecer a todos os brasileiros que promovem atos em defesa de sua liberdade. “O povo brasileiro espera um Lula livre para que possamos reconstruir o País”, anotou a deputada.

Benedita detalha que Lula está lendo vários livros para se preparar ainda mais e disputar as eleições. “Ele está preocupado com o que acontece no País. Lula trouxe esperança para o povo. Ele está preso porque não querem que ele seja candidato a presidente da República”, protestou.

O deputado José Lula Mentor (PT-SP) frisou que a prisão de Lula é injusta e indevida. Mentor explica que Lula demonstrou total conhecimento pelo motivo que está nessa situação, pois é preso político, sem crimes, sem provas. “O povo sabe que Lula voltando a presidir o Brasil poderá fazer muito mais e melhorar a vida das pessoas que hoje são menosprezadas pelo atual governo. Ele tá com muita disposição de ser candidato”, diagnosticou o deputado.

Mentor, que é advogado, garantiu que juridicamente Lula poderá registrar sua candidatura e concorrer nas eleições de outubro. “Não se conseguiu provar nada contra o ex-presidente. Lula pode ser candidato, tem condições jurídicas para isso, e pode ser nosso futuro presidente!”, vibrou.

Solidariedade – O líder do PCdoB, Orlando Silva (SP), disse que viu o presidente Lula preocupado com a população brasileira e com a crise no Brasil, de como a situação está impactando a vida do povo brasileiro. “Mesmo em uma condição adversa, Lula está preocupado com o sofrimento da população, mostrando uma das marcas de Lula que é a sua solidariedade”.

Orlando Silva afirma que saiu da inspeção à cela de Lula com indignação muito grande. “Dói muito perceber que o maior líder popular do Brasil se transformou em um preso político. Ele está detido porque as elites têm medo que o povo o eleja mais uma vez presidente da República”, avaliou o deputado comunista.

A deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ) destaca que o seu partido acompanha Lula desde as eleições de 1989. “Trouxemos muitos recados, solidariedade, fotos de pessoas, presentes, muitos afetos, abraços e força para Lula, que recebe tudo com uma energia impressionante”, detalhou a parlamentar.

Para Jandira, Lula faz uma análise muito precisa da situação do País. “Preso naqueles metros quadrados, ele está preocupado com quem tá do lado de fora, com a situação do desabastecimento, dos alimentos, das condições dos trabalhadores, do povo”, observou a deputada.

Conforme a parlamentar, Lula pediu a proximidade dos partidos, dos movimentos sociais com o povo. “Informamos a ele que nós, dos partidos de esquerda, estaremos na rua, com a greve dos petroleiros que começa nesta quarta-feira (30). Vamos defender a Petrobras, faremos a nossa pauta, de quem defende o Brasil, além de cobrarmos a demissão de Pedro Parente”, adiantou Jandira Feghali.

Democracia – O líder da Minoria na Câmara, Weverton Rocha (PDT-MA), avaliou que nesse momento histórico é responsabilidade de os partidos do campo popular a defesa da democracia. “Estamos vendo direitos e garantias ameaçados, e não podemos achar que essa prisão de Lula seria normal e natural. Fomos levar energia do povo brasileiro a Lula, mas confesso que saímos energizados da visita. Lula não está com ódio, mas indignado como que fizeram com ele”, destacou Rocha.

O pernambucano Sílvio Costa (Avante) foi taxativo: “Aquele ‘diabo’ do apartamento [Tríplex do Guarujá] não pertence a Lula. Aquele apartamento não é de Lula, não tem documento. O Sérgio Moro [juiz] rasgou a Constituição Federal para condenar Lula. Não há materialidade de crime. Eles terão que rasgar a Constituição de novo para Lula não ser candidato a presidente. Lula é candidato, sim. O Lulismo tá mais vivo do que nunca. De novo o Brasil vai ter cheiro de povo, com Lula”, disse, convicto, o parlamentar.

O representante do PSB na Comissão Externa, o deputado Odorico Monteiro (CE), disse que os deputados viram um “Lula vivo, forte, indignado, mas o tempo todo dizendo que não pode ter ódio, porque o ódio cega”.

Odorico Monteiro diz que o PSB “reafirma a solidariedade ao presidente Lula, para construirmos juntos saídas para a crise”.

PT na Câmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

João Daniel faz apelo na Câmara em defesa da Petrobras e contra a política de desativação no Nordeste

Durante a sessão remota da Câmara, nessa semana, o deputado federal João Daniel (PT-SE) re…