Home Portal Notícias Manchetes Lançamento do livro que relata construção das bases do Golpe de 64 é nesta terça

Lançamento do livro que relata construção das bases do Golpe de 64 é nesta terça

3 min read
0

A Câmara dos Deputados será palco nesta terça-feira (22), do ato de lançamento do livro “A repressão Militar-Policial no Brasil – O livro chamado João. O evento se inicia às 19h30 no Salão Nobre. Três dos nove autores da obra estarão presentes.

Que circunstâncias econômicas e sociais permitiram o êxito do Golpe Militar de 1964? Como o Estado se organizou para impedir que as vozes dissidentes fossem ouvidas? Esses são alguns questionamentos que o livro procura responder.

A obra escrita por nove militantes durante o período em que cumpriram penas no Carandiru e no presídio do Barro Branco, entre 1973 e 1975, só foi impressa no final do ano passado. Faz uma leitura das circunstâncias em que ocorreu o Golpe Militar de 1964. Trata desde seus fundamentos ideológicos, políticos, os vínculos de segmentos militares com a política externa dos Estados Unidos, alinhando o Brasil às políticas do Departamento de Estado contra União Soviética, no contexto da Guerra Fria.

São autores da obra o advogado Aton Fon, Carlos Lichtsztejn, Celso Horta, Gilberto Belloque, José Carlos Vidal, Manoel Cyrillo Netto, Paulo Vannuchi e Reinaldo Morano Filho e Hamilton Pereira (Pedro Tierra).

O lançamento contará com a presença dos autores Hamilton Pereira, José Carlos Vidal e Aton Fon. “É interessante perceber que os segmentos sociais que apoiaram o golpe de 1964, como grandes empresários ligados ao setor financeiro, parte da mídia, o agronegócio e que arrastaram a classe média, também estavam presentes no apoio à deposição da presidenta Dilma Rousseff”, anota Hamilton Pereira.

SERVIÇO

  • Lançamento do Livro – “A repressão Militar-Policial no Brasil – O livro chamado João”
  • Dia 22/05 (terça-feira), às 19h30
  • No Salão Nobre da Câmara dos Deputados

 

Fotos: Divulgação

 

 

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

AI-5 completa 51 anos, entre repúdio à ditadura e defensores do autoritarismo

Como neste ano, o 13 de dezembro de 1968 também caiu em uma sexta-feira. Já era noite quan…