Home Portal Notícias Lula Livre Site do Comitê Internacional mostra a rede mundial que se formou por Lula livre

Site do Comitê Internacional mostra a rede mundial que se formou por Lula livre

6 min read
0

Já está no ar o site Lula Livre Comitê Internacional – https://comitelulalivre.org/ -, uma iniciativa de dezenas de entidades, como CUT, Intersindical, CSA, PC do B, PT, MST, União das Mulheres Brasileiras e Fundação Perseu Abramo.

Lançado durante o Fórum Social Mundial, em março deste ano, em Salvador, o Comitê Internacional foi criado com o objetivo de fortalecer e aglutinar a luta em defesa da democracia brasileira, que sofreu um duro ataque com o golpe de 2016 que tirou do poder uma presidenta legitimamente eleita por 54 milhões de brasileiros – Dilma Rousseff foi deposta por um impeachment fraudulento que contou com o apoio da mídia conservadora e parte do Poder Judiciário -; e em defesa do ex-presidente Lula, perseguido pela mesma mídia, que o caluniou e o difamou, como disse o Papa Francisco, e pelo Judiciário que cumpriu a tarefa de condenar um inocente sem provas. Desde 7 de abril, Lula é mantido como preso político na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

“As entidades que criaram o Comitê têm a tarefa de organizar, articular e divulgar, no Brasil e no mundo, as diversas iniciativas em defesa da nossa democracia e do direito de Lula ser libertado e concorrer à Presidência da República”, diz o secretário de Relações Internacionais da CUT, Antônio Lisboa.

O dirigente explica que outra tarefa é dialogar com os parceiros, “dar sinergia” às ações e alimentar o site criado no Brasil com notícias sobre o que está sendo feito no País, na Europa, Estados Unidos, em todos os continentes.

“As entidades, como a CUT, vão divulgar as ações em seus Portais e também no site do Comitê, o que importa é fazer uma enorme rede e divulgar ao máximo as informações”.

O vídeo abaixo, possível de encontrar no site do Comitê Internacional, é um exemplo da divulgação de atos que já ocorreram no mundo todo em defesa da liberdade de Lula, como explicou o secretário de Relações Internacionais da CUT.

Segundo Lisboa, quanto mais as informações circularem, mais chances existem de que os movimentos sociais, sindical e partidos políticos se sintam estimulados a organizar ações em seus países, em suas regiões, em seus estados.

Já foram criados comitês na Itália, nos Estados Unidos, na Alemanha, França, Argentina – há cerca de seis comitês – e Portugal vai lançar um em breve.

No site https://comitelulalivre.org/ você saberá a história de vida de Lula, da infância pobre no sertão nordestino, passando pela atividade sindical, Presidência da República e a perseguição do Judiciário, da mídia e dos conservadores brasileiros que resultou em sua prisão política.

Lá você lerá artigos e informações detalhadas sobre a questão jurídica que envolve o caso que levou Lula a prisão e também conhecerá as entidades que se uniram nesta luta, assistirá vídeos e verá fotos de atos de solidariedade realizados em todo o mundo, como o que ocorreu neste sábado (19), na Argentina, onde milhares foram às ruas pedir a liberdade do maior líder popular vivo da América Latina.

CUT

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Comissão debate causas de derramamento do óleo no Nordeste; CPI deve ser instalada, diz João Daniel

A comissão externa do Derramamento do Óleo no Nordeste debateu nesta quinta-feira (21), os…