Home Portal Notícias Lula Livre Delegação de Direitos Humanos visita a Vigília Lula Livre

Delegação de Direitos Humanos visita a Vigília Lula Livre

4 min read
0

O ex-ministro de Direitos Humanos de Lula Paulo Vannuchi e a ex-ministra das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos de Dilma Nilma Lino Gomes participaram neste sábado (19) do tradicional “Bom Dia, Lula”.

Após o “bom dia”, Vannuchi contou aos presentes que foi formada uma delegação de dirigentes de Direitos Humanos para denunciar o tratamento cruel e a falta de respeito à democracia, aos direitos individuais e à dignidade por parte da Operação Lava Jato.

“Está mais que provado que a Lava Jato aplica, sistematicamente, um tratamento cruel para conseguir as delações. Eles quebram a integridade da pessoa. Por isso, Nilmário propôs a criação de um grupo de ex-dirigentes para atuar nesse sentido”, afirmou Vannuchi, que é assessor especial de Lula há 38 anos.

Além de Vannuchi e Nilma, o grupo conta também com a participação dos ex-ministros de Direitos Humanos dos governos do PT Nilmário Miranda, Rogério Sotilli e do ex-ministro do governo de Fernando Henrique Paulo Sérgio Pinheiro, que não pôde comparecer à Vigília devido a uma convocação extraordinária da ONU.

Após o “bom dia, Lula”, Nilma falou da importância da Vigília Lula Livre que ressoa para o resto do país e até fora do Brasil a injustiça cometida contra o ex-presidente. “Essa resistência representa tudo aquilo que Lula plantou em nosso Brasil. E vamos todos continuar aqui denunciando essa injustiça até que Lula seja livre, porque só assim, no meio de nós, conseguiremos ser livres de novo”, afirmou Nilma.

Vannuchi lembrou também como a Vigília mudou a cara da capital paranaense. Conhecida como a República de Curitiba, Vannuchi afirmou que agora a cidade é conhecida como a República da Resistência.

Cartas dos amigos a Lula

Na sexta-feira, Vannuchi, Nilmário e Sotilli tentaram visitar o ex-presidente Lula na sede da Polícia Federal, mas escreveram três cartas ao amigo que foram entregues posteriormente. Uma carta de Paulo Sérgio Pinheiro também foi entregue a Lula. Logo depois, Vannuchi e Nilma participaram de um debate sobre a desconstrução dos direitos humanos no Brasil na UFPR.

Agência PT de Notícias

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bolsonaro mente ao dizer que nada pode fazer se salário mínimo está baixo

Em mais um desatino mostrando que nada entende de economia, o presidente da República, Jai…