Home Portal Notícias Lula Livre Seis líderes europeus declaram apoio a Lula e cobram sua participação nas eleições

Seis líderes europeus declaram apoio a Lula e cobram sua participação nas eleições

5 min read
0

Seis ex-chefes de Estado e de Governo europeus, entre eles o espanhol José Luis Rodríguez Zapatero e o francês François Hollande, ambos socialistas, pediram nesta terça-feira (15) que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado sem provas e preso desde abril por sentença arbitrária do juiz Sérgio Moro, possa concorrer às eleições presidenciais no Brasil.

No texto, ao qual a agência de notícias espanhola EFE teve acesso exclusivo, Zapatero, Hollande, os italianos Massimo D’Alema, Romano Prodi e Enrico Letta e o belga Elio di Rupo disseram que “a luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos a escolher seus governantes”.

“A prisão precipitada do presidente Lula, incansável artífice da diminuição das desigualdades no Brasil e defensor dos pobres, só pode suscitar nossa comoção”, disseram os seis ex-líderes.

Os ex-líderes consideram também uma “séria preocupação” o impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff, “democraticamente escolhida pelo seu povo e cuja integridade jamais foi posta em interdição”.

Diante disso, apelaram “solenemente para que o presidente Lula possa concorrer livremente perante o sufrágio do povo brasileiro “.

O manifesto, sob o título “Chamada de Líderes Europeus em apoio a Lula”, foi organizado por Jean-Pierre Bel, que foi o enviado pessoal de Hollande para a América Latina (2015-2017) e presidente do Senado francês (2011-2014).

Veja abaixo a íntegra da nota dos líderes europeus:

A prisão apressada do presidente Lula, incansável arquiteto da redução das desigualdades no Brasil, defensor dos pobres de seu país, só pode despertar nossa emoção.

O impeachment de Dilma Rousseff, eleita democraticamente por seu povo e cuja integridade nunca foi questionada, já era uma preocupação séria. A luta legítima e necessária contra a corrupção não pode justificar uma operação que questiona os princípios da democracia e o direito dos povos de eleger os seus governantes.

Nós solenemente solicitamos que o presidente Lula possa se submeter livremente ao sufrágio do povo brasileiro.

 

François HOLLANDE, ex presidente da República francesa

Massimo D’ALEMA, ex presidente do Conselho de ministros da República italiana

Elio DI RUPO, ex Primeiro-ministro da Bélgica

Enrico LETTA, ex presidente do Conselho de ministros da República italiana

Romano PRODI, ex presidente do Conselho de ministros da República italiana

José Luis RODRIGUEZ ZAPATERO, ex presidente do Governo da Espanha

 

PT na Câmara, com informações da agência EFE

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

É do PT: Câmara aprova projeto que autoriza uso do Fust para universalizar a banda larga nas escolas

Um acordo de líderes permitiu a aprovação, na noite desta segunda-feira (9), do projeto de…