Home Portal Notícias Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher busca participação popular, destaca a presidenta Ana Perugini

Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher busca participação popular, destaca a presidenta Ana Perugini

5 min read
0

Eleita por unanimidade para assumir a presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher (CMulher), a deputada Ana Perugini (PT-SP) afirmou nesta quarta-feira (25) que o colegiado vai percorrer o País para ouvir e debater as reinvindicações das mulheres. De acordo com a parlamentar, na atual conjuntura de ruptura democrática essa é a melhor forma de combater a retirada de direitos.

“Eu quero ouvir muito as pessoas e dar condições dos membros (da omissão) participarem e terem mais produtividade na apreciação dos projetos que melhoram a vida do nosso povo. Pretendo ainda dar mais mobilidade a essa comissão, levando audiências públicas aos estados. Nesse momento de luta pela democracia, de exclusão de direitos e de precarização e ataques aos direitos trabalhistas, que afetam principalmente as mulheres, é preciso levar o povo à participação”, destacou.

O deputado Vicentinho Lula (PT-SP), membro titular da Comissão, parabenizou Ana Perugini pela eleição e se colocou à disposição para ajudá-la na defesa dos direitos das mulheres. Agradeço por ter sido indicado pela minha bancada e por ter sido aceito neste colegiado, porque a luta das mulheres, assim como a luta contra o preconceito e discriminação é uma bandeira que deve ser de todos, tanto de homens quanto das mulheres”, destacou.

Apesar de oficialmente não fazer parte da comissão neste ano, a deputada Benedita Lula da Silva (PT-RJ) também felicitou a nova presidente do colegiado. “Como companheira de bancada tenho certeza que você terá um grande desempenho, e saberá compreender e unificar as forças aqui presentes”, afirmou.

Também fazem parte da comissão as deputadas petistas Luizianne Lula Lins (CE), titular do colegiado, e a deputada Erika Lula Kokay (DF), na condição de suplente.

Biografia– Natural de Cariacica (ES), Ana Lúcia Lippaus Perugini é advogada por formação e servidora licenciada do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Iniciou sua trajetória política nos movimentos populares e sociais da década de 1980, na defesa da agricultura familiar e nas Comunidades Eclesiais de Base (CEBS). Neste período, participou, juntamente com lideranças de Hortolândia e Sumaré, da criação do Partido dos Trabalhadores na cidade.

Em 2004, foi eleita a vereadora mais votada da história de Hortolândia (SP). Dois anos depois (2006) foi eleita deputada estadual com 66.878 votos e reeleita, em 2010, com 115.342 votos. Em 2014, emplacou o quarto mandato consecutivo, desta vez, como deputada federal, com quase 122 mil votos.

Além de defender a ampliação das políticas públicas para as mulheres, a deputada Ana Perugini também tem como prioridade em seu mandato na Câmara as questões relativas à educação, à proteção à infância e à juventude, e o direito do saneamento básico para todos. A parlamentar também luta contra as tarifas abusivas de pedágio nas rodovias paulistas.

 

 

 

Héber Carvalho

Foto: Lula Marques

 

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bulletin 548 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy

Straight from Curitiba – 8/21/2019 – 501 days of resistance – 9 PM Bulletin 548 – People’s…