Home Portal Notícias Lula Livre ‏MTST desmascarou Moro: tríplex “luxuoso” é invenção para condenar Lula, diz Pimenta

‏MTST desmascarou Moro: tríplex “luxuoso” é invenção para condenar Lula, diz Pimenta

7 min read
0

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), denunciou em plenário, nesta terça-feira (17), a farsa do tríplex do Guarujá montada pela Operação Lava Jato e pelo juiz Sérgio Moro para condenar ilegal e injustamente o ex-presidente Lula. O vídeo divulgado pelo MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), que ocupou o imóvel na segunda-feira (16), revela um apartamento simples, danificado, com piso de cerâmica, pia e armários da cozinha de qualidade duvidosa para um imóvel vendido à opinião pública como luxuoso por Moro e pelos procuradores do Ministério Público Federal do Paraná.

A operação “Farsa Jato”, como Pimenta classificou, criou uma narrativa “grotesca” para justificar a condenação “criminosa e ilegal do presidente Lula”. A denúncia central, explicou o líder do PT, foi o suposto tríplex concedido ao ex-presidente Lula, por conta de vantagem indevidas que a empresa OAS teria recebido. “Além de ser uma grande mentira, porque todo mundo sabe que Lula nunca teve a propriedade, a posse, uma escritura, as imagens do MTST desmontam essa farsa”, reforçou.

Pimenta lembrou que durante meses o Brasil viu Sérgio Moro, os procuradores e a grande mídia venderem para o País a versão do tríplex de “alto padrão”. E destacou trechos da sentença de Moro na qual ele diz que teriam sido destinados ao presidente Lula R$ 3,7 milhões. Os valores foram corporificados na disponibilização de um apartamento tríplex no Condomínio Solaris. O Ministério Público Federal estima vantagens indevidas de cerca de R$ 2,4 milhões (R$ 1,14 milhão é a diferença entre o valor pago pelo imóvel que Lula já tinha e R$ 1,27 milhão em reformas para aquisição de bens para o apartamento).

“Não satisfeito, eles dizem que o presidente Lula exigiu uma nova reforma personalizada que custou R$ 1,1 milhão. Mas essa farsa caiu. Parabéns ao MTST, às suas lideranças, ao Guilherme Boulos que mostrou ao Brasil a farsa do tríplex”, enfatizou Pimenta.

O petista destacou ainda que Moro atribuiu ao tríplex o valor de R$ 2,4 milhões para leilão. O site recebeu 22,6 mil visitas, mas não foi apresentada nenhuma proposta de compra. “Sabe por quê? Porque o tríplex luxuoso era uma mentira, uma farsa”, ironizou o parlamentar gaúcho.

Laudo – Sobre comentários de que o vídeo do MTST pode não ser real, Paulo Pimenta afirmou que tem o laudo da Polícia Federal que confirma a veracidade de todas as imagens do vídeo. “Durante anos a defesa do presidente Lula demostrou que o apartamento luxuoso era uma mentira, mas mesmo assim o juiz Sérgio Moro preferiu construir uma narrativa de ódio e de perseguição para justificar uma pena ilegal ao presidente Lula. Por puro preconceito. ‘O Lula é um operário, metalúrgico, como pode ter um apartamento em Guarujá?’”, ironizou Pimenta.

O deputado reforça que o famoso tríplex do Guarujá tem 70 metros quadrados por andar (140 metros mais um terraço) e a piscina tem 8 metros quadrados. “Tem o tamanho da banheira de vocês. Portanto, a mentira da Lava Jato foi destruída por esse vídeo do MTST”, apontou.

 Desafio – Da tribuna, Paulo Pimenta ainda desafiou os juízes e procuradores e demais detratores da honestidade do ex-presidente Lula a postarem fotos das suas residências.  “Nenhum de vocês mora em um apartamento ou uma casa tão simples como aquela. Vocês não têm uma casa com aquele piso, com aquelas janelas, com aquelas torneiras, com aquelas pias, com aquele vaso sanitário. Fica aqui o meu desafio: postem uma foto da sua casa, mesmo com auxílio moradia, e compare se ela é tão simples como o tríplex”, cobrou.

Vânia Rodrigues

Foto: Gustavo Bezerra/PTnaCâmara

Carregar mais notícias
Comments are closed.

Vejam também

Bulletin 511 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy

Bulletin 511 – People’s Committee in Defense of Lula and Democracy Curitiba – 7/15/2019 – …